Amei, Perdi, Fiz Espaguete – Giulia Melucci

A gente, desde sempre, ouve comparações entre comidas e amores, não é? Como a típica expressão de “prender o homem pelo estômago” ou “homem que casa engorda” ou “o amor nos faz emagrecer”, entre várias outras!!! Então, por que não juntar as duas coisas em um livro divertido, diferente, e “baseado na vida real”?

É o que fez a Giulia Melucci no livro “Amei, Perdi, Fiz Espaguete”, lançado pela Editora Record. Considerado um “Sex and the City da culinária”, o livro mistura romance, diversão e receitas, isso mesmo, RECEITAS, em suas páginas.

Giulia é uma garota italiana que adora prender seus pretendentes pelo estômago! Fracasso atrás de fracasso em seus relacionamentos amorosos, ela não desiste de procurar pelo homem perfeito! Contando, de uma forma dinâmica e divertida suas aventuras e desventuras, ela inclui todas as receitinhas que ela cita. E sério, não dá pra entender porque eles se afastaram dela. São deliciosas!!! 😀

Esse livro já foi comparado a “Comer, Rezar, Amar” com dicas culinárias. Não é só divertida, mas também emocionante!!! Você acaba se envolvendo completamente com Giulia, cuja história é muito comovente!!!

Outra coisa MUITO legal é que as receitas são simples e muito saborosas, não tem nada de complexo, qualquer um pode fazer. E quem sabe, ao contrário da Giulia, se dar bem com os homens/mulheres, não é?

O preço do livro varia entre R$ 35,90 e R$ 44,90 (pesquisado nas livrarias Submarino, Saraiva e Fnac, no dia 27 de abril de 2011). Não é um dos livros mais baratos, mas esses sites vivem fazendo promoções, então dá pra pegar um preço melhor nesse livro!!!

Vale muito a pena. Super recomendado.

Espero que tenham gostado da dica de hoje.
Nos vemos na semana que vem.

Beijos!

 


Cerveja na Cozinha!

Sem dúvida nenhuma, minha bebida alcoólica preferida é CERVEJA. Não existe sensação melhor do que uma cerveja estupidamente gelada descendo pela garganta!

É a melhor pedida para acompanhar uma agradável conversa na cozinha!

Pra começar, fui dar uma pesquisada sobre o assunto e descobri que a cerveja nossa de cada dia é somente um sub-sub-tipo de cerveja, o tipo American Lager. Mas para chegar neste tipo, vamos descobrir o que vem antes.

Existe 2 tipos principais:

Ale – São as chamadas de alta fermentação, pois o fermento fica boiando no tanque durante a fermentação. São as cervejas mais antigas e mais consumidas na Europa e possuem sabores e aromas fortes e marcantes. Entre elas temos os tipos mais conhecidos:

  • Trigo – Muitas delas tem no nome o Weiss, como por exemplo a Bohemia Weiss, umas das mais famosas aqui no Brasil é a alemã Erdinger.
  • Porter/Stout – São cervejas escuras, com alto teor alcoólico e sua marca mais famosa é a Guinness. Elas possuem um sabor bem forte e frutado.
  • Ale – Abrange todos os outros tipo de alta fermentação, entre eles as mild (meio-amargas), bitter (amargas), pale ale (ale clara). É o tipo que mais possui variações.

Lager – São as de baixa fermentação, pois ficam armazenadas por semanas ou meses em baixas temperaturas. Ganhando um cor mais clara e bastante dioxido de carbono. Seus principais tipos:

  • Pale Lager – São as cervejas claras e refrescantes, é nessa categoria que estão as nossas cervejas mais comuns que apesar de terem o tipo Pilsen no rótulo, essa é a classificação brasileira, na classificação correta, elas são do tipo American Lagers. As Premiun, Light e Especiais, são variações da Pale Lager.
  • Dark Lager – São as cerjevas escuras mais encontradas no Brasil, os tipos Munich e Malzbier são os mais famosos.
  • Bock – As cervejarias brasileiras também já se aventuraram neste tipo, que possui uma coloração avermelhada e teor alcoólico mais alto.

E existem também outros tipos como Lambics, Trapistas, Abbey e muitas outras!! Lembrando que todas costumam ter vários sub-tipos, para se ter uma idéia a Bélgica se orgulha de ter mais de 365 tipos de cervejas, falam que lá você pode tomar um tipo diferente pra cada dia do ano! Quem me dera poder ficar um ano na Bélgica tomando cerveja todo dia!!!

Das poucas que experimentei a minha predileta são as de Trigo, mais especificamente a Erdinger, recomendo muito!

E você? Qual sua cerveja preferida?

Google Images

 

 


1001 Comidas para Provar Antes de Morrer

Vocês se lembram quando eu resenhei sobre o livro 1001 Vinhos para Beber Antes de Morrer? Pois é, eu adoro esses livros com 1001 coisas para fazermos antes de morrer. E como, pelo amor de Deus, COMO, eu esqueci desse livro? “1001 Comidas para Provar Antes de Morrer”!

Mais um livro que entra para a minha listinha de “altamente desejado” e claro que eu não poderia deixar de indicá-lo à vocês! Todo o conteúdo faz com que a gente tenha o desejo de experimentar tudo aquilo que nos é apresentado, mesmo que não faça muito a nossa cabeça.

São vários autores trazendo, em 960 páginas (bem grossinho, hein?), pratos encontrados ao redor do mundo. São sabores que passam dos deliciosos aos extravagantes, dos populares aos irresistíveis, daqueles de fazer dar água na boca como daqueles de fazer torcer o nariz. Mas que, como o próprio título diz, devemos experimentar antes de morrer. Não podemos falar que não gostamos se não experimentarmos!

Foi organizado por Frances Case e contou com a colaboração de 53 especialistas. Eles pesquisaram a fundo e trouxeram só os melhores alimentos, diferenciados por seu sabor, aroma e/ou textura. E o mais legal: esse livro é altamente ilustrado, ou seja, não tem como não ter vontade de experimentar tudo! São fotos incríveis, de dar muita, mas muita água na boca!!!

Além disso, eles detalham cada alimento, contam sua história, de onde vem, porque ele é tão especial e te mostra como é a melhor forma de prepará-lo. Assim, você não pode dizer que não gostou porque provavelmente o preparou errado. 😀 Você só não prepara mesmo se não quiser (ou se não tiver acesso aos ingredientes, o que pode acontecer, infelizmente). Vale também preparar aquela receita preferida para um jantar que você vai dar e surpreender a galera!!!

Esse livro é da Editora Sextante! Infelizmente, ele não é tão em conta quanto os outros livros que tenho apresentado à vocês. Nas principais lojas virtuais, encontrei de R$ 41,60 à R$ 59,90*. Mas eu super acho que vale a pena. Esse livro é literalmente delicioso! Juntamente com o “1001 Vinhos Para Beber Antes de Morrer”, é um dos livros que todo apaixonado por cozinha deve ter na estante!!!

Quero lembrar que tá rolando a Promoção Receitas Preferidas do Chef Claude Troisgros! Faltam seis dias para terminar, mas ainda dá tempo de participar!!! Você não vai querer ficar de fora, né? Boa sorte para todos!!!

Quarta-feira que vem eu estou de volta e com o resultado da promoção!
Beijos

(* Os valores do livro foram pesquisados nas lojas virtuais da Saraiva, Siciliano, Submarino, Americanas, FNAC e Livraria Cultura)


Cozinha na TV – Jamie Oliver

Jamie Oliver é o cara!

Barack Obama que me perdoe, mas o Jamie ‘is the man’! Vamos começar pelo que vi, acho que o primeiro programa que assisti dele foi algum episódio do Jamie’s Kitchen, onde ele criou um restaurante para ensinar quinze desempregados e moradores de rua a cozinhar, depois vi vários episódios do Jamie at Home, onde ele mostra sua horta particular, onde planta de tudo! Lembro também de alguns episódios que acho que são do Happy Days with the Naked Chef, onde ele cozinhava pratos rápidos para amigos e também teve um onde ele fez as comidas para a festa da irmã.

Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver

O último episódio que assisti é do Jamie’s American Roadtrip, onde ele cruzou o EUA num motorhome, conhecendo diversas culturas culinárias dos norte-americanos, comeu com descendentes de índios e participou de um campeonato de churrasco junto com uma família. Um detalhe muito legal, é que ele chamou um cara para ajudar que é especialista em assar um porco inteiro durante a noite toda!!

Jamie é o típico gente boa, meio tímido mas sem ser introspectivo, nessa viagem pelos EUA conversa muito com as pessoas e mostra bastante do estilo de vida delas, fazendo uma ligação interessante com o que comem. De longe o programa mais legal que vi dele.

Mas você deve estar se perguntando, porque ele é o cara?

Ele simplesmente redefiniu a merenda escolar da Inglaterra. Simples assim. Na época ele só tinha feito programas no estilo típico dos de culinária, atrás de uma bancada preparando os pratos do dia, quando resolveu mostrar como era possível transformar a merenda escolar em algo bem mais nutritivo e sem gastar mais. Foi uma verdadeira revolução, que gerou campanhas por toda Inglaterra e melhorou a comida das crianças! Mais recentemente, ele lançou outra campanha, a Food Revolution, dessa vez para transformar uma cidade inteira no EUA, onde de acordo com as estatísticas é a cidade mais ‘não saudável’ do país. Será que conseguiu? Preciso assistir!

Enfim, o Jamie é o meu programa de culinária preferido, não importa qual… adoro jeito dele de cozinhar e levar os programas. Sempre bem-humorado e com aquele inconfundível sotaque britânico. Recomendo todos!


Dona Benta : Comer Bem [Edição Especial Completa]

E aí, leitores lindos! Mais uma quarta-feira e eu, como sempre, muito feliz de estar aqui!

Comendo muito? Preparando muitas receitas? É sempre bom! Acho espetacular quando uma receita que, aparentemente, é difícil, se torna real na nossa frente, e são regadas com muitos elogios (como o pãozinho de cebola que eu faço. Nunca imaginei que eu pudesse fazer pão e dar certo, mas deu!). Também acho indispensável termos o nosso caderno de receita. O nosso próprio, com aquelas selecionadas, aquelas de família, aquela que a melhor amiga faz e a gente adora… Pode ser digitado (uma dica bem legal é você digitar uma receita por folha, imprimir tudo, furar e colocar em um fichário. Desse modo, suas receitas serão sempre muito bem organizadas), escritas à mão, do jeito que você quiser. Mas, além do caderno, também é sempre bom termos um livro com receitas diferentes e, de preferência, fáceis de serem feitas. São muitos os livros por aí que têm essa função, mas a minha dica de hoje é…

Dona Benta : Comer Bem [Edição Especial Completa]
Dona Benta

Imagina só: 1.500 receitas fáceis de serem feitas, descomplicadas e deliciosas, distribuídas nas 1.120 páginas (Pasmem! É praticamente uma bíblia da culinária!) desse exemplar. É um daqueles livros para ficar exposto na cozinha, de tão lindo que é! São receitas testadas e aprovadas pelo chef Luiz Cintra, e selecionadas com muito carinho pela IBEP especialmente para você. Doces, salgados, sobremesas, tortas, bolos… Nada escapa desse maravilhoso livro, que traz desde um apetitoso risoto italiano de cogumelos secos até um caldinho de feijão delícia! Clássicos da culinária nacional e internacional, pra todas as ocasiões! Aquela tia super fofura vem almoçar na sua casa? Corre para o Dona Benta. O namorado vai passar para uma refeição rápida antes do cinema? Dona Benta! Vai conhecer a sogra e quer uma receita de arrasar? Hello, Dona Benta!!!

O livro foi lançado em 1940 e, de lá pra cá, mais de 1 milhão de exemplares já foram vendidos. Não tem como dizer que um livro assim é ruim, não é? Mais de 60 anos fazendo sucesso no país inteiro!!! Um livro definitivo, para esta e para as futuras gerações.

Das lojas virtuais, só o encontrei no Submarino e na Americanas, por apenas R$ 29,90!!! Não perde tempo e garanta o seu!!!

Até a próxima semana! Beijos.