O Pudim mais complicado do mundo…

Nada mais gostoso para se fazer no frio, entre outras coisas é claro, do que dormir e comer um docinho. E eu já começo este post fazendo um desabafo:

O que vou fazer hoje antes eu achava que era impossível, dificílimo, intransponível para o cinema e na verdade era só um grande desinteresse meu porque na realidade é super fácil. Realizar com sucesso é outra história, mas que é fácil, é fácil.

Este doce é gelado, mas desde quando doce tem época de ser frio ou quente? Doce vai sempre bem com tudo, é tipo um vestido ou um sapato preto e eu começo o preparo deste da seguinte forma:

Um liquidificador

E dentro dele três ovos com gemas e claras

Uma lata de leite condensado

Pegue a lata do leite condensado e coloque duas medidas de leite

Já sacaram que doce que é?

Uma dica que acredito ser bacana, quanto mais se bate essa mistura no liquidificador, menos com cheiro de ovo fica, isso para mim é importante porque se não ficar bonito pelo menos não fica mal cheiroso…

Feito o passo de cima vamos agora para a calda do nosso Pudim de Leite Condensado.

Em uma forma especial coloque uma camada de açúcar para derreter tipo assim e depois leve ao fogo baixo.

As batatas fritas do lado são meu almoço tá, não tem nada a ver com o prato.

Mexa a calda até ficar assim:

Depois acrescente a mistura do liquidificador à forma e depois coloque esta forma para cozinhar em uma panela com água já fervendo, isso mesmo, coloque a forma para cozinhar entre 1h ou 1:30, o lance é passado este período espetar o pudim com um garfo para ver se o garfo sai limpo, isto é um sinal de que ele está pronto no sentido de que não precisa ser mais cozido, só colocado para esfriar para assim ser desenformado.

Aproveite este tempo para lamber a lata de leite condensado. (uma vez que se é aprendiz, algumas manias demoram a sair de moda).

Depois deste tempão todo de espera é só desenformar, ou seja, a parte mais decisiva da sua vida na hora de fazer o pudim e:

Pronto…

Achei que o da minha mãe costuma ficar mais durinho, mas mesmo assim está uma delícia e o melhor de tudo: saiu inteirinho. Minha mãe deu nota 10, vejam só, a cada vez que faço um prato novo o mundo se abre para mim e olha quem também aprovou o meu pudim:

Prova maior de ficou bom não tem né! Até a próxima.

 


Nem tudo são flores!

Dia desses eu estava por aqui me lamentando, ou extravasando, ou sei lá o quê!

E ontem uma luz, meio que surgiu pra mim… conversando com um amigo que eu amo muito! E que ultimamente tem passado por grandes desafios, eu disse, como sempre, que ele poderia contar comigo pra sempre! E em resposta ele me disse que… mesmo eu nunca precisando, eu também poderia contar com ele!

Uma frase tão simples, mas que me fez viajar nos pensamentos e ver que a minha casca, talvez esteja grossa demais e as pessoas não percebem que eu também sinto! Sinto tudo, talvez sinto até mais que os outros.

Eu sempre preciso, talvez eu não precise de palavras, mas a companhia de pessoas que eu amo me faz tão bem! Tão bem que é o suficiente pra curar qualquer ferida!

Me desculpem aqueles que vem aqui pra procurar outras coisas, mas na Cozinha a gente fala de tudo, não é mesmo?

Ando meio pra baixo ultimamente, mas vai passar… o tempo me ajuda bastante! Eu sei o meu valor!

Pra sair da deprê, vou agorinha fazer um pudim de maria-mole, que eu amo!

Bjos! =|


Pudim do Marido!

 

Essa semana mais uma vez pintou a dúvida, o que o marido vai fazer?

Olhando a lista de receitas que futuramente aparecerão por aqui, a esposa teve a idéia: “Você podia fazer o pudim!”

De imediato fiquei apreensivo… o pudim? Na minha cabeça era super difícil fazer… mas a Rafa me tranquilizou e falou que era fácil!

Animado com o apoio levantei e fui fazer… e não é que fácil mesmo?

Ingredientes:

    Calda
  • 1 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de água quente
    Pudim
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas (da lata) de leite
  • 3 ovos

Coloque o açúcar para esquentar em uma panela, quando derreter tudo, joque a água quente. Mesmo estando quente, a água endurece o açúcar, deixe ferver até dissolver tudo novamente e estar com a consistência de calda de pudim!

Jogue essa calda na forma de pudim, cuidando para que as laterais da fôrma estejam com calda, como se estivesse untado a fôrma com a calda.


Bata no liquidificador os ingredientes do pudim, até ficar bem homogêneo.


Despeje tudo na fôrma com a calda.

Coloque para assar em banho-maria, i. é., a fôrma tem que estar dentro de uma assadeira com bastante água.

Como fiz no forno elétrico, para não queimar na parte de cima, coloquei o papel alumínio para proteger durante 1 hora e depois deixei mais 30 minutos sem o papel alumínio.


Quando der o tempo, verifique com uma faca se está assado, deve sair limpa.

Coloque na geladeira por umas 6 horas, para que fique geladinho e firme.

Aí é só desenformar e se acabar!


Ah, a esposa não gosta de muita calda, por isso não derreti a calda da fôrma, mas se for do seu agrado é só derreter no fogão e  depois jogar em cima do pudim.

Até semana que vem!


Cuscuz de Sardinha

Cuscuz de SardinhaGente… eu realmente gosto muito de cuscuz… o problema é a quantidade que se come aqui em casa… então pra que nossa forma não aumente ainda mais, o negócio é fazer bemmm de vez em quando…

Enfim, não é um dos pratos mais elaborados, mas um dos mais saborosos.

O legal é que não existe uma receita, assim, certinha pra se seguir… mas vou tentar passar mais ou menos como eu faço.

Ingredientes:

  • 1e 1/2 cebola picadinha
  • 4 dentes de alho grandes picadinhos
  • 3 latas de sardinha
  • 3 tomates em fatias
  • 1 pimentão picadinho
  • 1 xícara de azeitonas
  • 4 ovos cozidos e cortados em rodelas
  • 1 vidro de  palmito picado
  • 1 lata de milho/ervilha (ou meia lata de cada)
  • Sal e pimenta à gosto
  • Quanto baste de azeite
  • 1 maço de cheiro verde picadinho
  • Quanto baste de farinha de milho

Agora vamos lá… lembre que a sardinha pode muito bem ser substituída por várias coisas… Atum, Frango desfiado, Carne Seca desfiada, Camarão, Bacalhau… são muiiitas combinações, em cada uma você pode mudar os ingredientes, pra que combinem.

Modo de preparo:

Primeiro unte uma forma de pudim com azeite, depois forre o fundo com algumas rodelas de ovo, tomate, sardinha, azeitona.

Refogue a cebola e o alho em azeite numa panela bem grandona.

Coloque as sardinhas inteiras, junto com o óleo, o tomate, o pimentão, as azeitonas, o palmito, um pouco de sal e pimenta (eu uso o molho de pimenta tabasco), misture e deixe até o tomate começar a desmanchar.

Acrescente o milho/ervilha e os ovos, misture bem e acrescente meia xícara de azeite.

Vá colocando a farinha de milho até virar uma pasta (não pode ficar seco). Se necessário ponha mais azeite, misture bem e coloque o cheiro verde.

Acerte o sal e a pimenta.

Coloque a mistura na forma de pudim e aperte bem…

Deixe descansar uns 10 minutos e depois desenforme num prato bem bonito.

Pois é, sem nenhum mistério. Espero que tenha sido útil.

Até…


Pão de Ló de Fubá

Pão de Ló de Fubá

O bolo ficou uma delícia… super aerado… e não fica doce demais…

Pra um café da manhã ou da tarde ou um lanche… bom, sou suspeita… eu adorei!

Ingredientes do Bolo
4 gemas
1 1/4 xícara de açúcar
4 colheres de sopa de margarina
1 xícara de leite
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de fubá
1 1/2 colher de sopa de fermento em pó
4 claras em neve

Ingredientes da Calda
1 xícara de água
1/2 xícara de açúcar
3 colheres de sopa de coco ralado (sem açúcar)

Modo de Preparo do Bolo
Na batedeira bata as gemas, o açúcar e a margarina até obter um creme esbranquiçado. Adicione o leite, misture e junte a farinha e o fubá, batendo até ficar homogêneo. Acrescente o fermento e bata até misturar. Desligue a batedeira e incorpore delicadamente as claras em neve à massa. Passe para uma forma com furo central média, unatada e enfarinhada. Asse em forno médio (180°C), pré-aquecido, por cerca de 35 minutos ou até que, espetando um palito no centro, este saia limpo.

Modo de Prepado da Calda
Em uma panela junte a água, o açúcar e o coco ralado e deixe ferver até formar o ponto de calda rala. Regue o bolo, deixe uns 10 minutos na geladeira e sirva.

Obs.: Tome cuidado pois esse bolo cresce bastante. Minha forma não é muito grande, por isso essa receita rendeu 1 forma de pudim e 4 forminhas de cupcake.

Se quiser, pode trocar o coco ralado por 1 colher de erva-doce, também fica muito bom.