Quiche de Abobrinha e Bacon

Receita maravilhosa.
Sou fanática por tortas, pois acho que substitui facilmente a “mistura” e não pede acompanhamento nenhum.
Servi com uma salada bem simples. Fica bacana se for feita em porções individuais.

Pra massa, caso você tenha um proccesador de alimentos, ou uma batedeira (com batedor de massas pesadas) ou máquina de fazer pão, vai facilitar horrores, mas caso não tenha, sem problemas, sove a massa rapidinho, na mão mesmo!

É só misturar 2 xícaras de farinha de trigo, 3 colheres de sopa de margarina, 1 colher de chá de sal, 1 colher de chá de fermento químico em pó e 1 caixinha de creme de leite, até formar uma massa lisa e um pouco pegajosa. Deixe descansar na geladeira por 30 minutos.

Abra a massa em uma assadeira (24cm) de fundo falso, ou em forminhas individuais. Leve ao forno por 15 minutos em à 200ºC.

Quiche de Abobrinha e BaconPara o recheio corte em cubos e frite 150 gr de bacon, até que fique bem douradinho. Descarte a gordura e reserve.

Descasque e rale 2 abobrinhas grandes. Rale também 200 gr de queijo prato (eu usei queijo do reino, que estava dando mole por aqui). Com a Abobrinha, o bacon e o queijo misture 3 ovos, 1 colher de sopa de queijo parmesão ralado, 1 caixinha de creme de leite, 1 colher de sopa de farinha de trigo e 1/2 colher de sopa de sal.

Quiche de Abobrinha e BaconEspalhe o recheio sobre o fundo da massa e leve ao forno por 1 hora à 200ºC ou até que fique douradinha a quiche.

Curtiu a receita? Deixe seu comentário dizendo o que achou!


Chuchu com gosto! Muito bom por sinal!

Fico louca da vida quando vejo alguém dizer que chuchu é ruim! Eu simplesmente adoro! Adoro salada, suflê, refogadinho! Daí que um dia minha sogra me aparece com uma receita mega fácil e que parece que deu aquele trabalhão!

Chuchu de fornoChuchu fácil!

Refogue 2 chuchu em cubos nos temperos que você gosta (eu usei 1 cebola, 2 dentes de alho, sal, azeite, orégano e pimenta calabresa seca), por uns 10 minutos, só pra amolecer mesmo! A Lu Gennari me disse que refoga no microondas! Fica mais fácil ainda!

Coloque o chuchu em um refratário que possa ir ao forno e reserve.

Bata (com o garfo mesmo) 2 ovos, 100 ml de leite e 1 pitada de sal. Espalhe essa mistura por cima do chuchu, misture com a colher levemente e salpique queijo ralado.

Leve ao forno em temperatura alta até dourar!


Como não pensar…

OmeleteFaz quase 1 ano que a minha amiga, minha pequena mais linda desse mundo, fez uma receita de Ovos Mexidos e nesse post ela contou sobre sua paixão por Ovos. Contou também que sua avó Maria Rita lhe ensinou esse amor…  Aliás, uns dias atrás ela me contou que a dona Maria Rita também ensinou ela a acreditar em Deus.

E isso nunca me saiu da cabeça… O post é realmente incrível.

E por acaso eu passei pela mesma situação, não tinha comido nada de bom o dia inteiro… Não queria lanche, pizza, nada… apenas uma comidinha caseira daquelas que parece que recebemos um abraço…

Dito e feito, fui fazer uma omelete rapidinha, quentinha, cheirosinha…

E também quero fazer uma pausa pra dizer o seguinte:

Eu não sei quando nem como eu me tornei uma “ovípara” assim como a família da Juju…

Me lembro da minha avó fazer ovo frito pra comer com pão, da minha mãe fritar ovo pro almoço, minha irmã preparar uma fritada de batatas, que fica divina, por sinal.

Mas exatamente quem me deu esse amor eu não sei, só sei que aqui em casa também não falta ovo.

E o coitado do ovo nunca fica em paz, é o maior mistério da alimentação, tem dias que é o mocinho dos nutricionistas, tem dia que é o vilão… Mas eu nem ligo… Ovo é Vida!

Bom… eu já estava esquecendo da receita… vamos lá…

Fácil, fácil…Omelete

Coloque 4 ovos em uma tigela e misture bem com um garfo. Acrescente Sal, Orégano, Pimenta do Reino à gosto. Em uma frigideira bem grandona, coloque 100 gramas de mussarela ralada (ou picada), 1/2 tomate sem sementes picado e 1/2 cebola picaidnha. Coloque a mistura dos ovos por cima e espalhe, como se fosse uma panqueca. Por cima, salpique cheiro verde e deixe cozinhar por uns 2 minutinhos, vire do jeito que achar mais fácil e parta pro ataque!

A receita é realmente simples, mas não é o assunto principal desse post.

A Juju é uma das pessoas mais importantes da minha vida e sendo assim sua família também. Faz uns dias que com 105 anos a sua vózinha Maria Rita se foi. E esse post é em homenagem à ela, dona Maria Rita que foi uma das responsáveis pela minha linda amiga Juliana ser tão linda assim.

Ju te amo!


Bolo de Laranja com Glacê de Limão Siciliano

Hummmm é o som mais ouvido quando faço esse bolo! É daqueles que deixa a casa perfumada e a cozinheira com um sorriso no rosto.

Quer elogios? Faça o bolo!

Ele serve bem com café, com refri e até de sobremesa!

Eu já tinha feito muitos e muitos bolos de laranja, mas essa receita é deliciosa, cá entre nós, eu peguei ela lá do extinto Rainhas do Lar, que sempre foi meu guia quando não tinha certeza sobre alguma receita. Sempre eu dava uma passada por lá, porque era batata! Lá tudo sempre deu certo.

O glacê foi mais pelo lado do… “o que eu tenho que daria uma boa calda?” E agora virou receita de ouro, porque realmente ficou uma delícia!

Bolo de Laranja com Glacê de Limão SicilianoO Bolo

Comece pré-aquecendo o forno em temperatura alta, pode ser enquanto você prepara o bolo!

Unte e enfarinhe uma forma, dê preferência para forma com o furo no meio.

Bata no liquidificador, 2 laranjas com casca picadas (indo pela dica da Faby, lave as laranjas, corte as duas pontas, parta em 4 e retire aquele risco branco do meio e as sementes), 2 ovos, 2 xícaras de açúcar e 1 xícara de óleo. Bata por uns 3, 4 minutos, até não ver mais nenhum pedacinho da casca.

Em uma tigela grande, coloque a mistura que você bateu no liquidificador e acrescente aos poucos 2 xícaras de farinha de trigo e 1 colher de sopa de fermento químico. Misture com o auxílio de um fouet ou uma colher de pau.

Abaixe a temperatura do forno pra 230 graus, coloque a mistura na forma untada e leve ao forno por 40 minutos ou até passar no teste do palito.

Desenforme ainda quente. Faça furos em toda a superfície do bolo. Esprema 1/2 limão sicilano e espalhe sobre a superfície do bolo.

O Glacê

Misture bem a outra metade do limão siciliano, 1/2 lata de leite condensado, 1 e 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro e raspas do limão. Espalhe sobre o bolo. Espere o bolo esfriar e o glacê endurecer um pouco.

Sirva e aguarde os elogios.

Faça, não se arrenda, tire uma foto, me envie e depois volte aqui pra contar o que você achou, tenho certeza que só serão boas histórias.

Beijo gente, até a próxima!


Bolo engorda marido, ou engorda eu mesma?

Que coisa mais linda é passar essa receita aqui… dois são os motivos da minha felicidade…

Primeiro porque quem me passou essa receita é uma amiga muito querida, nem sei se ela mesma sabe o quanto eu a amo e tenho orgulho de ser amiga dela, se não sabe, tá sabendo agora né!?

Segundo porque o bolo é delicioso, daqueles que você lembra da infância, sei lá… e eu até demorei pra compartilhar essa receita, porque ela também merecia vir para o blog, quando ele estivesse assim com a cara nova!

O engraçado é que na casa da Flavinha e do Wiliam, nós sempre somos tratados como reis, sabe? Eles se preocupam até demais… Mas eu adoro! E nesse dia, esse bolo me fez mais feliz ainda, eu fiquei até com vergonha, de tanto que comi e no fim ainda trouxe um pedaço pra casa! 🙂

Claro que ela percebeu o quanto eu curti, porque na mesma semana me enviou a receita!

E eu já fiz várias vezes aqui em casa, já levei ele pra uma festinha junina e em todas as ocasiões, ele fez o maior sucesso.

Bolo Engorda Marido

Agora a grande beleza da receita é o preparo, mais simples impossível!

É assim: Unte uma forma (pode ser de pudim, pode ser retangular ou redonda) com margarina e farinha de trigo. Pré-aqueça o forno em temperatura baixa. Daí bata no liquidificador 1 lata de leite condensado, 1 lata de leite (a mesma medida do leite condensado), 200 ml de leite de coco, 1 xícara de farinha de trigo, 1/2 xícara de açúcar, 3 ovos e 3 colheres (sopa) de margarina. Coloque a massa na forma e leve ao forno por mais ou menos uns 50 minutos, ou até passar no teste do palito.

E é isso, nada além disso…

Daí você guarda muito bem essa receita, porque ela veio de uma pessoa muito especial, não esqueçam! E ó, pode comer quente, pode comer frio… repito, o bolo é diivino!

Beijo gente!

— Update: Muita gente me mandou e-mail perguntando, mas gente! O bolo realmente não leva fermento! A receita está correta!