Macarrão Alho e Óleo, o retorno

Deixaaaaaaaaaaaa de lado essa tristezaa, beijaaaaa, afasta esse tormerto!!! Parananababa!!

Olá queridos,

Calma, não é o terra letras e sim a coluna da cozinheira inexperiente. É que estou sozinha, super à-vontade e hoje vou fazer tudo do meu jeito, pois o espaço é só meu. E tudo com muita música alta que minha mãe odeia, mas e daí né, ela nem vai estar aqui para ver e muito menos entrar na internet para ler. Adoraria me fotografar para dividir com vocês o meu momento, mas preciso conservar minha dignidade, a pouca que ainda tenho. (risos)

Pois bem, o que me cabe aqui hoje é fazer algo que ficou tãooo bom que a dona da cozinha me mandou fazer tudo de novo. Macarrão alho e óleo.

Pra começar botei água para ferver, 1 L gente, tem que ser assim, não tem jeito.

Depois de fervida a água tentei adivinhar o que seria 100 gramas de macarrão, não tem jeito, também tem que ser assim, e mais, o tipo do macarrão ajuda muito, hoje, nada de telha na cabeça.

Só lembrei do sal e do fio de óleo na hora de adicionar o macarrão cru na água, fui provar o sal e queimai a língua pois esqueci que a água tinha já fervido, mas tava tão quente aqui que meu corpo reconheceu como natural. (risos)

Nada de cozinhar o macarrão eternamente como eu fiz da primeira vez que deixei o dito cujo cozinhando praticamente até hoje, descobri um tempo que eu considero como legal: de 8 a 10 minutos no máximo.

Refoguei três dentes de alho em aproximadamente três colheres de óleo, ainda fico um pouco tensa nesta hora pois nunca me esqueço do arroz que fiz e que deixei o alho queimar todinho, essa parte é crucial na hora do sabor. O lance do macarrão alho e óleo é que até então eu não sabia é que não é necessário fritar o macarrão, o ideal é adicioná-lo na panela e ir mexendo devagar para este pegar o tempero como um todo e não ficar mexendo ele loucamente igual quando você tá fazendo carne moída saca?


Bem, mais apresentável que o primeiro ficou com certeza, o tempero tá bom, não comi com queijo ralado porque a dona da cozinha disse que isso poderia ser um disfarce para o sal, ou melhor, para a falta dele.

A panela ficou assim no final, o que acham? Ainda queimo o alho? Ou é assim mesmo?

Talvez mais experiente, porém ainda muito aprendiz…

Trilha sonora: http://letras.terra.com.br/pedro-mariano/72433/


Macarrão Alho e Óleo

Olá pessoal todo!

Eu já estava com saudades de vocês, de cozinhar principalmente, espero que tenham curtido o feriado, o dia de hoje está lindo, estou muito bem humorada, logo super a fim de arrasar na comida.  Para esta coluna tenho uma novidade: hoje eu prepararei o almoço para minha mãe (sim, aquela que ligava de dez em dez minutos para saber se a casa não estava pegando fogo quando resolvi dar início as minhas artes culinárias). A mamãe me deu um voto de confiança e me jogou a responsabilidade de fazer o nosso “rango”.

Dando início a minha nova série de desafios gastronômicos, com vocês:

Macarrão Alho e Óleo.

Fácil?  Para mim é quase que como a primeira tentativa pra valer. Vamos fazer pra valer?

Em uma panela, ferva a água com um fio de óleo ou azeite para ajudar a massa a não ficar “unidos venceremos”. Acrescente um pouco de sal também.

Medida não é comigo e quero fugir delas, uma cozinheira com prática faz tudo de olho e com muita coragem e confiança. Partindo deste ponto, escolhi uma panela, enchi a mesma quase por completo, deixando apenas um espaço para minha própria segurança. A quantidade de macarrão para ser cozido será á que eu julgar compatível com a quantidade de água.

Assim que a água começar a ferver adicione o macarrão e mexa de vez em quando (para este cozinhar por um todo) até a massa ficar no ponto (nas minhas contas por volta de 15 minutos). Vide conteúdo final do texto.

Escorra a água e prepare-se para refogar o macarrão: Doure o alho no óleo e logo depois acrescente o macarrão, frite-o. Tomei a liberdade e fritei um pouco de salsicha junto com o alho e o óleo, antes de acrescentar o macarrão.

Algumas considerações finais e pedidos de conselhos públicos.

Eu particularmente achei o tempero muito bom, o gosto do alho fritinho na medida certa, sem queimar nada (vejam que loucura) como também um certo gostinho de óleo estavam super nítidos no macarrão, porém, minha mãe achou que faltou sal. Aí eu penso: Para mim o tempero tava ótimo e para ela faltou sal no cozimento. E ai? O que é mais importante? Sal? Ou o gosto do alho e do óleo? Os dois juntos? (Mas assim será que dá pra sentir algum sabor nítido?).

E outra coisa, mas isso já é fato e não especulação.

O macarrão tava tão molinho que quebrou na hora que fui refogá-lo. Para mim eu o deixei cozinhar demais, ao invés de 15 minutos, já nos 10 eu deveria ter desligado o fogo. Minha mãe acha que ele quebrou porque eu o mexi demais na hora do cozimento e de forma indelicada, sendo assim, não por excesso de cozimento.

Paralelamente a isso tudo o “rango” ficou bom e ganhei nota 7,5.

Ainda bem que a beleza dos pratos ainda não é pauta de avaliação aqui em casa. (risos)


Nuggets à Parmegiana do Marido!

Dando uma pausa na série ‘Cozinha na TV’, hoje o improviso do dia ficou por minha conta!

Voltando de viagem e com a casa de pernas para o ar, a esposa não se animou muito em fazer a janta. Olhando para o lado, viu o marido dando sopa e disparou: Vai fazer a janta!!

Como não sou besta, acatei! Mas imediatamente surgiu o primeiro problema… o que fazer??? Tenho um verdadeiro bloqueio mental quando tenho que definir o cardápio. Faz meses que a patroa mandou criar uma lista de pratos que mais gosto e até hoje não fiz… enfim, minha salvadora bolou o prato: Nuggets à Parmegiana

Rápido, fácil e tínhamos todos os ingredientes necessários:

– Nuggets:

  • Quantos nuggets você quiser;
  • Molho pronto, usei o tradicional;
  • Mussarela suficiente para cobrir os nuggets;
  • Óleo para fritar;
  • Orégano a gosto.

Frite os nuggets e distribua-os em um refratário ou assadeira, espalhe o molho por cima de forma a cobrir todos os nuggets, cubra com a mussarela e dê toque final com o orégano.

Leve ao forno para gratinar, no fogão aqui de casa utilizei somente essa função. Num forno elétrico basta a resistência de cima.

Nuggets à Parmegiana do Marido!

Como o parmegiana pede sempre um acompanhamento, fiz também o arroz, que com a panela própria facilita bastante:

– Arroz:

  • 3 xícaras de arroz;
  • Óleo para cobrir o fundo;
  • Alho e Sal à gosto;

Fritei o alho (quase queimei), lavei o arroz e pus 1 minutinho no microondas para secar (aprendi com a esposa), deixei secar mais um pouco na panela, coloquei o sal e cobri de água um pouco acima da linha do arroz. Aí foi só deixar a panela fazer sua magia de não queimar o arroz!

Nuggets à Parmegiana do Marido!

Completei o acompanhamento com a batata palha.

Modéstia a parte, o meu arroz (e da panela) ficou soltinho e delicioso e nuggets com molho de tomate e queijo não tem como ficar ruim. A esposa adorou! Ainda mais por não ter feito nada!



Bolo de Caneca

Mais uma quarta-feira, estou muito feliz de estar aqui de novo!

Dessa vez, quero dar uma receitinha muito, mas muito fácil.

É para aqueles dias que, do nada, bate aquela fome e não tem nada à mão. Vai no microondas e fica pronto em 3 minutinhos apenas. Com alguns ingredientes que a gente sempre tem em casa, você consegue fazer um delicioso…

BOLO DE CANECA
Bolo de Caneca

Ingredientes:

  • 1 ovo
  • 4 colheres (sopa) de leite
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • 2 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 4 colheres (sopa) de açúcar
  • 4 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 colher (café) de fermento em pó

Modo de Fazer:

Coloque o ovo na caneca e bata com um garfo. Acrescente o óleo, o açúcar, o leite, o chocolate e bata mais. Junte a farinha e o fermento e mexa delicadamente. Leve ao forno de microondas em potência alta (é bom, porque eu nunca mexo nesse negócio de potência mesmo :P) por 3 minutos. Pronto.

Olha como a textura fica maravilhosa!!!
Bolo de Caneca

E a caneca em clima de Natal! 😀 Faça como sobremesa para a sua ceia, uma caneca para cada convidado! Todo mundo vai amar!

Dicas Fundamentais:

  • A caneca obrigatoriamente tem que ser de 300 ml ou mais. Por que isso? É só olhar: o bolo passa da borda. Se a sua caneca for menor, você corre o sério risco de, ao invés de 3 minutos, ter que passar 10 minutos limpando o microondas.
  • A medida das colheres é SEMPRE rasa! Não tente colocar um pouco a mais de açúcar, ou chocolate, ou o que quer que seja. Passar da medida vai fazer seu bolo transbordar também. Se tiver ovo pequeno, utilize-o!
  • Se quiser, pode trocar o chocolate em pó por achocolatado. A diferença é a que todo mundo já sabe: vai ficar mais clarinho e mais doce, mas se for do gosto de quem for comer, sem problema.
  • Eu não coloquei cobertura porque eu não gosto, mas você pode fazer uma misturinha com umas colheres de leite condensado (isso vai do seu gosto) e chocolate e jogar por cima!
  • Para servir para os amigos e parentes, além da cobertura, jogue uns confeitos por cima, pode ser aquelas bolinhas ou granulado coloridos que tem no mercado, ou o que sua imaginação mandar (comestível, por favor, hahaha)!

Como não nos veremos até lá, quero desejar um ótimo Natal para todos, que Deus ilumine cada um de vocês! Beijos!


Cozinhando macarrão com o Marido!


Marido na Cozinha

Aqui em casa eu tenho as minhas funções. Tirar o lixo, trocar a areia das gatas, estender/recolher a roupa são algumas delas. Hoje vou falar de mais uma delas: cozinhar o macarrão!

Pode parecer simples, mas cozinhar bem um macarrão faz todo a diferença! Nada pior do que um spaghetti cozido demais e é igualmente ruim  ter a massa grudando no dente por estar meio cru, por isso resolvi mostrar aqui como se faz um macarrão al dente!

Pra começar, a massa tem que ser de qualidade e isso significa “Grano Duro“, escolha a sua marca desde que seja “Grano Duro“!

Utilizei:

  • Pacote de 500g de Spaghetti
  • Sal a gosto
  • Óleo

Em uma panela grande, coloque água suficiente para ficar uns 3 ou 4 dedos acima da massa, é no olhômetro mesmo. Bote para ferver e coloque o sal e um fio de óleo.

Quando estiver fervendo, coloque a massa. Quando estiver fazendo spaghetti, ele sempre ira ficar pra fora, basta ir forçando ele delicadamente para não quebrar que aos poucos ele vai amolecendo e fica submerso por inteiro. Nessa etapa inicial, é importante mexer bem para que os fios não fiquem grudados uns ao outros.

Tem gente que quebra o spaghetti ao meio para caber na panela, mas isso é uma heresia! Se fosse para dividir, ele já viria menor!


Após a mexida inicial, deixe cozinhando pelo tempo indicado na embalagem, no meu caso, 10 minutos. E vá mexendo de vez em quando para que cozinha tudo por igual e para continuar evitando que eles grudem.

Terminado o tempo, verifique se cozinhou direito, experimentando uns 2 fios, o ideal é ‘al dente’, isto é, firme mas não duro! Ao morder, se ele ‘pegar’ no dente ainda tem que ficar mais um pouco. Não deixe ultrapassar muito do tempo indicado, pois mesmo a massa sempre “Grano Duro”, ela ficará molenga demais!


Estando ‘al dente’, escorra o macarrão, passe ele na água fria para interromper o cozimento e jogue um fio de óleo para que ele não fique meio grudento!


Agora é só por o molho à bolognesa da esposa e ser feliz!!!