Torta de Chocolate com Calda de Morango!

Torta de Chocolate com MorangoAproveitando que os morangos estão em super promoção por aí, resolvi melhorar ainda mais a receita da torta de chocolate mais pedida aqui em casa!

O legal é que pra quem não gosta de doce tão doce assim, o morango deu uma leve quebrada, por conta da acidez!

A receita da torta é essa aqui ó! 

Pra fazer a calda de morango é simples!

Lave bem 1 caixa de morangos e corte em 4 cada um! Coloque em uma panela, acrescente 6 colheres de sopa de açúcar e misture, até virar uma espécie de geléia!

Espalhe pelo centro da torta, leve à geladeira por 2 horas e sirva!

Com uma bola de sorvete por cima fica indecente!

Tô até imaginando outras caldas pra acompanhar! Maracujá, Abacaxi, Uva! Quem se arrisca?

 


Esposa fez pra mim!! – Milk-Shake de Morango

De vez em quando, bate aquela vontade de sentir o sabor de alguma coisa específica, nessas horas recorro a minha eterna salvadora!!!

Hoje vou falar uma delícia que tive vontade na madruga de um sábado para domingo. Estávamos voltando da Noite da Pizza lá da Achiropita e mesmo cansadão, falei que tava afim de tomar um milk-shake de morango (em pleno inverno, duh)!

Passamos no mercado para comprar as coisas e quando já estamos saindo com o carro lembrei que esqueci de comprar a calda de morango!! A esposa olhou para mim, com um discreto sorrisinho no rosto, como quem diz ‘Aguarde e confie…’ e soltou um: “Ah, paciência, faz sem mesmo…”

Chegando em casa, após lavar uma caixa de morangos, ela pegou metade e picou em pedaços bem pequenos, e para minha surpresa, jogou quatro colheres de sopa de açúcar em cima e botou no fogo alto. Sempre mexendo bem, até ficar no ponto de uma calda, tipo uma geléia bem mole.

Peguei os copos e ela cuidadosamente foi jogando a cheirosa calda nas laterais dos copos.

Feito isso, colocou 4 bolas bem grandes de sorvete de morango no liquidificador, a outra metade da caixa de morango e acrescentou 100ml de leite. Bateu só para ficar homogêneo e serviu! Ainda tentou fazer uma decoração, colocando um pouco da calda em cima da espuma, mas o milk acabou ficando pouco espesso e a calda afundou!!!

     Milk Shake de morango

Mas com decoração ou não, o milk-shake ficou uma delícia!! A parte do sorvete com leite não tem muito como errar, mas o detalhe da calda fez toda diferença!! Ficou excelente!!!Milk Shake de morango


Torta de Chocolate

E lá no Natal… (nem vi o Natal passar, vocês viram pronde ele foi?)

Uns dias antes do Natal, chegou o tão esperado Licor que eu ganhei da Aurich…  E sério, é incrível! Quase que não sobrou pra sobremesa que eu estava planejando desde que eles me contaram do presente!

Mas com muito esforço eu consegui =)

Daí, já fazia um tempo que eu tinha visto uma receita no site do Mais Você. Dei uma super adaptada, porque a receita parecia ser mais doce do que tudo. E saiu essa delícia!

Super fácil!Torta de Chocolate

Torta de Chocolate com Licor

Misture bem uma mistura de bolo de chocolate pronto (de qualquer marca), 1 ovo inteiro e 3 colheres de margarina. Misture bem até dar aquele ponto de farofa úmida. Forre com essa massa o fundo e as laterais de uma forma de fundo removível (24cm). Reserve.

Derreta 1 barra de chocolate meio amargo (eu derreto no microondas, colocando de 30 em 30 segundos, até dar o ponto). Misture 1 caixinha de creme de leite, 1 lata de leite condensado, 100 ml de licor de chocolate (eu usei esse delícia de chocolate com morango da Aurich) e 1 ovo. Misture bem e despeje sobre a massa. Leve ao forno em baixa temperatura por 1 hora.

Aí vem a beleza! Pode comer quente ou gelado! Eu já comi das duas formas e ainda não me decidi qual fica melhor!

Se você for comer gelado, depois pra decorar, pode salpicar chocolate picado por cima, colocar uma cereja, morangos, o que você preferir.

O licor é opcional, porém eu achei que combinou maravilhosamente.

Façam e depois venham me contar! Beijo gente! Comentem!!!

PS: Antes que me perguntem, o recheio assa junto com a massa! Não precisa assar a massa antes!

PS2: Essa base de massa serve pra muita coisa, em breve vou mostrar mais receitas!


Comendo em Curitiba – Final

Depois de mais de meio ano sem postar, cá estou de volta para finalizar a série Comendo em Curitiba!

Nosso último dia em Curitiba, começou mais calmo, estávamos cansados de rodar a cidade inteira no dia anterior, então resolvemos pegar leve no domingão.

A primeira coisa foi ir novamente ao Bosque do Papa, eu tinha experimentado só um pedacinho do Kremówka da esposa e queria comer um pedaço inteiro, acabei comendo dois!

Ficamos curtindo um pouco o bosque até que decidimos ir almoçar e tínhamos passado em frente ao Costelão do Gaúcho, que fica ao lado do Bosque. Como não tínhamos curtido muito o Dom Antonio, em Santa Felicidade, e a facilidade de estar pertinho resolvemos ir lá mesmo.

Ahhhh… como me arrependo dessa decisão… 🙂

O lugar é bem simples na decoração e tudo mais, e funciona num esquema que não é muito comum aqui por São Paulo. Paga-se um valor baixo para ter as guarnições a vontade e a carne (a atração) é por peso. Então você tem arroz, feijão, salada e outras coisas a vontade e vai pedindo a carne conforme quiser mais.

Pra falar a verdade, a comida não era tão horrível assim, mas era comida de boteco, manja? Simples para desagradar o menos possível. E a costela, não sei se já estava meio tarde, já era umas 15:00, mas parecia que estavam servindo a raspa do tacho.

Zarpamos rapidinho dali.

Voltamos para o hotel e já fiquei pensando onde comer na janta(sim, eu sou gordo!), quando minha amada e sempre salvadora esposa teve a brilhante idéia, ‘vamos num rodízio de sopa’! Como era começo de maio, já tava começando a ficar frio, então foi uma excelente sugestão.

Dando um pesquisada na net, achamos o Jungle Juice, pareceu bem legal e o preço era bom. O lugar tem uma decoração bem legal, com um clima meio praia, com palmeiras na frente e mesas rústicas de madeira. No inverno, fazem o rodízio, mas o ano inteiro tem sucos, smoothies, lanches e diversos pratos.

Ficamos nas sopas e não resisti a um smoothie Temptation – Suco de maçã, morango, blueberry e sorvete de morango –  e a Rafa, que achou que eu era louco por tomar smoothie com sopa, ficou no suco de maçã/morango/blueberry.

Eram nove tipos de sopa diferentes, entre elas tínhamos canjica, canja, feijão, creme de milho e costelinha, lentilha e outros. Para incrementar tinha diversas coisas gostosas, parmesão, carne seca desfiada, salsinha, pimenta, croutons, etc. A sopa é boa, bem boa, mas já tomei melhores num rodízio aqui em Sampa.

Esse foi um problema na nossa viagem, tudo que experimentamos lá em Curitiba, ficou aquém do esperado, não sei se demos azar e/ou escolhemos mal os locais, mas gastronomicamente falando esperávamos um pouco mais. Mas também, dois nativos da capital mundial da gastronomia e que moravam num dos bairros com o maior número de restaurante por metro quadrado… é acho que somos exigentes. 🙂

Enfim, pretendo manter uma regularidade nos meus posts, até para não ser ‘demitido’…hehehe. E o próximo será uma bruschetta!!

 Até lá!


Charlotte de Pêssegos em Calda

Natal que se preze, tem que ter uma sobremesa bacana, né?!

E naquele dia que eu fiz o Peru, eu tinha que fazer o doce valer a pena também né! Pois bem, pesquisa, pesquisa, pesquisa… Achei essa receita de Charlotte!

Fui com a lista de compras ao super e pasmem! Não tinha biscoito champagne! Massss tinha meia caixa aqui em casa, resolvi arriscar!

Cheguei em casa e fui linda pra cozinha preparar a Charlotte (ou seria O charlotte? Como o nome é feminimo, com o com A).

Mas a loka aqui esqueceu um dos itens principais… a ricota! Ahhh como eu pudeeee?? Raiva de mim… Daí saí em busca de um receita de ricota, pra ver se rolava fazer em casa, achei! Mas adivinhem qual o ingrediente principal pra fazer queijo?

Pois é… esse dia foi realmente PUNK! Aqui em casa nós só usamos leite em pó, porque serve bem em todas as receitas e não estraga tão rápido, já que não temos o costume de beber leite diariamente…

A essa altura, vocês já devem estar pensando que não vai ter receita nenhuma… Mas tem… no fim tudo deu certo!

Então primeiro eu vou contar como fiz a ricota.

Ricota Caseira

Ferva 3 litros de leite, retire do fogo e acrescente o suco de 3 limões. Volte ao fogo e mexa por 1 minuto. Deixe descansar por 1 minuto fora do fogo e escorra. Eu escorri o meu em uma peneira bem fininha.

Daí vem a dúvida, pra mim, fazendo com o leite em pó, essa quantidade rendeu pouco mais de 300 gramas, então não sei se vale tanto a pena fazer ricota em casa, porém eu acho que com o leite lá da caixinha, deve render mais, vejam a receita original aqui! De qualquer forma, se você tiver uma emergência, como era o meu caso, daí vale a pena sim, pois o resultado foi muito bom!Charlotte de Pêssegos em Calda

Charlotte de Pêssegos em Calda

Forre a lateral de uma forma redonda, com fundo removível com biscoito champagne (metades). Reserve.

Bata no liquidificador 300 gramas de ricota (pode ser um pouco mais, aquela quantidade do mercado serve), 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite sem soro, 1 colher de sopa de suco de limão, 1/2 colher de sopa de raspas de limão e 1 envelope de gelatina sem sabor (hidratada, conforme manda a embalagem). Acrescente à essa mistura 1 xícara de pêssegos em calda picados. Despeje a mistura na forma e leve à geladeira por 3 horas.

Para decorar eu usei geléia de pêssego e o restante dos pêssegos fatiados. Fica mais gostoso se você escolher uma geléia que não seja tãoooo doce.

Se você preferir, pode trocar por outra fruta, tipo Morango.

E como eu disse, no fim deu tudo certo, mas tão certo que não sobrou nadica… Muito bom! Faça e não esquece de comentar!!!!