X-Burguer de forno

Domingo à noite, bate aquela fome e o que fazer?Sair pra comer fora não rola, a preguiça vence qualquer coisa… 😉

O jeito é apelar para a mente criativa da esposa!

Durante o brainstorm, levantou-se a idéia de comermos hambúrguer! Imediatamente a esposa lembrou de um lanche/salgado que ela tinha feito anos atrás. Antes mesmo do CnC existir!!

Trata-se do X-Burguer de Forno, uma delícia muito fácil de fazer

Primeiro você pega essa receita e faz a massa. Enquanto ela cresce, tá na hora de fritar os hambúrgueres, aqui em casa utilizei a Air Fryer, evita a sujeira no fogão e deixa a carne menos gordurosa. Tenha em mente que o hambúrguer vai assar junto com a massa, assim não precisa fritar muito, é só dar uma selada.

Pode aproveitar também para ralar/fatiar o queijo.

Tudo pronto?? Agora é só montar!!

Divida a massa em 12 partes iguais, dividindo-a pela metade, e na sequencia, cada pedaço pela metade novamente… e repita o processo sempre dividindo pela metade até ter os 12 pedaços.

Hamburguer de forno

Pegue cada pedacinho abra-o na mão, até que o disco de massa fique um pouco maior do que o hambúrguer, coloque o queijo no meio do disco e o burger no topo. Aí é só fechar com cuidado para a massa não esticar demais e romper, cuidadosamente vá puxando as pontas da massa até o centro do hamburguer.

Hamburguer de forno

Quando os doze lanches já estiverem montados e na assadeira, passe a gema para dar aquela corzinha bonita e colocar para assar no forno médio por 30 min, ou até que estejam bem douradinhos.

Se você gostou da receita, clique em Curtir aqui do lado e Compartilhe com quem você gosta!


Carbonara

Macarrão é uma coisa que não pode faltar em casa! É ingrediente coringa! Pode ser ao Alho e Óleo,  Molho Bolonhesa, Ao Sugo. Tudo muito fácil,  muito simples!
Até porque,  aqui em casa tudo é assim! Raramente rola algo muito complicado!

Mas a inspiração pra esse prato foi o marido! Ele simplesmente ama o Fettuccine à Carbonara de um restaurante italiano no Bixiga, em São Paulo.

Acontece que pesquisando aqui e ali, descobri que a receita lá do restaurante é beeeeem diferente da original e inclusive parece que vai molho branco e eu realmente não curto.

Tá que pra quem não gostava de quase nenhum lacticínio, eu até que tenho evoluído bastante! Inclusive,  nessa receita por exemplo, vai creme de leite.

No fim das contas,  a receita não teve nada a ver com a o tal restaurante,  mas também não é a original.

CarbonaraEm uma panela grande, frite 100g de Bacon (cubinhos) em 1 colher de sopa de Azeite, até dourar.
Enquanto o Bacon está fritando,  cozinhe o 1 pacote de macarrão (500g), de acordo com as instruções da embalagem. Prefira massas de “vara”, Espaguete,  Fettuccine, Talharin, Bavette e prefira também massa grano duro.

Ao mesmo tempo que frita o Bacon e cozinha o Macarrão, prepare o molho (multi tarefa, facinho).

Em um refratário bata 2 Ovos (com fouet ou um garfo), acrescente 100g de Parmesão ralado, 1 caixinha de Creme de Leite, 1 colher de chá de Sal e Pimenta do Reino à gosto. Misture bem. Não vai ao fogo.

Bacon douradinho? Desligue o fogo, escorra o Macarrão e jogue sobre o Bacon (eu deixo a gordura,  mas você pode descartar se quiser). Misture também o molho. O calor do macarrão vai cozinhar o molho e ficar bem cremoso!

Fica M-A-R-A!!! E é preparado em 15 minutos, no máximo!!!

Se você gostou da receita, clique em Curtir aqui do lado e Compartilhe com quem você gosta ♥


Philly CheeseSteak

Se tem uma coisa que adoro é sanduíche! A esposa sempre me chamou de ‘besteirento’ porque eu queria comer só lanche quando saíamos. Ela me mostrou as maravilhas de comer uma boa comida de verdade, mas ainda tenho minha paixão pelas duas fatias de pão com um monte de coisa dentro!!

Assim, depois de ver o Jack/Tucano montar esse sanduba no canal dele, resolvi fazer também e mostrar aqui para vocês!

Philly cheese steakPrimeiro fatiei 1 pimentão de cada cor  (Vermelho, Verde, Amarelo)2 cebolas em meia rodela e 100g de champignon. Ralei 300g de provolone, e peguei 500g de contra-filet.

Uma dica legal que peguei na Cozinha de Jack foi cortar os bife bem grossos do contra-filet, na perpendicular, assim você consegue lascas bem finas. Acrescento aqui minha dica, deixe os bifes no congelador por 30 min. antes de cortar, pois ele fica mais firme e facilita bastante para cortar fininho.

Depois de tudo separado, vamos ao preparo! Basicamente são três etapas distintas, numa frigideira grande,coloque um pouco de azeite e jogue a cebola, deixe-a fritar por bastante tempo, até ela ficar bem dourada e macia, acrescente os pimentões e o champignon, quando os pimentões estiverem bem cozidos reserve.

A próxima etapa é a carne, ainda na mesma frigideira, coloque a carne e tempere-a com sal e pimenta a gosto. É importante utilizar a mesma panela, pois a carne pega um pouco do gosto do molho de pimentão que foi feito antes. Quando ela já estiver bem dourada, reserve!

Agora vamos para o queijo! Numa panela, misture 1 caixinha de creme de leite, equivale a meia lata e o provolone, leve ao fogo baixo e mexa até o queijo derreter totalmente e formar um creme bem homogêneo.

Pronto! Na montagem não tem segredo nenhum, utilize uma meia baguete ou um pão francês mesmo. Ponha na ordem carne, vegetais e queijo… aí é só mandar pra dentro!!


Bruschettas do Marido!

Saudações!!

Essa é uma receita que sempre tive vontade de fazer! Nunca tinha comido e sempre tinha ouvido falar, até que resolvi tomar vergonha na cara e fazer!!

E como não podia deixar de ser, vou compartilhar minha aventura!

Almoço de domingo, resolvi que a entrada seriam as minhas Bruschettas, então comprei um pão italiano redondo, escolhi o já fatiado pois a espessura da fatia (1-1,5 cm) é perfeita para as bruschettas, mas você pode cortar mais grosso se quiser ou mais fino se conseguir!

Coloquei duas fatias por pessoa numa assadeira e amassei uns 5-6 dentes de alho junto com algumas folhas de manjericão fresco e um fio de azeite, não exagere no azeite pois ele aparece novamente mais pra frente. Espalhei essa pasta nas fatias e levei ao forno por uns 5-10 minutos. Aqui cabe um aviso, vai do gosto de cada um, mas o pessoal que experimentou achou que eu poderia ter passado um pouco menos de alho, disseram que ficou forte.Bruschettas do Marido

Enquanto tava no forno, piquei 2 tomates grandes, ralei um pedaço de 200g de mussarela e piquei um pouco de manjericão fresco que tinha separado antes. Misturei tudo, tirei a assadeira do forno e coloquei a mistura nas fatias já semi-torradas. Mais um fiozinho de azeite em cada fatia e voltou pro forno até derreter o queijo.

Voilá! Está pronta a bruschetta! Confesso que exagerei na temperatura do forno e deu uma leve queimada embaixo, mas nada que estragasse o delicioso sabor das minhas bruschettas!!

Faça você também e venha me dizer o que achou!

Inté!


Bloody Mary do Marido!

Saudações!!

Hoje o post é para maiores de 18 anos!

Calma, não vou falar sacanagem, mas o assunto de hoje é Bloody Mary!!

Fomos passar o Natal na casa de mamãe e quando estava ajudando a fazer as comidas, descobri que minha irmã havia comprado um pote de azeitona que vinha com um vidrinho de suco de tomate grátis. Como sei que por lá, ninguém curte suco de tomate, tive a idéia de fazer um dos meus drinks favoritos!Bloody Mary

O grande barato do Bloody Mary é o fato de ser um drink salgado, diferente da maioria dos drinks que vai açúcar ou alguma bebida doce! E como sou um cara que curte muito mais salgado do que doce, nada mais natural do que curtir um drink desse!

O coquetel é basicamente uma salada de tomate líquida e com vodka! Um detalhe importante é que tem que ser vodka, primeiro por que é a receita original, segundo por que é uma bebida de sabor neutro, não pode ser uma cachaça ou um sake, pois o sabor dessas bebidas é muito marcante e não harmoniza com o tomate.

Bem, vamos lá, numa coqueteleira, ou você pode improvisar usando dois copos que se encaixem bem, coloquei 1 dose de vodka para cada 3 doses de suco de tomate. Espremi meio limão, pinguei umas 10 gotas de molho inglês, 5 de molho de pimenta tabasco,   ralei um pouco de pimenta-do-reinosal a gosto.

Chacoalhei bem e servi numa bela taça cheia de gelo, com um talozinho de salsão para decorar.

Após provar, dei uma acertada na vodka e no sal e me deliciei!

Ninguem mais curtiu, experimentaram mas torceram o nariz.

Humpf! Melhor para mim!!!

Até mais!