Tendências de Cozinhas

Nada mais apropriado para falar de tendências de design em cozinhas do que o título do blog: Conversa na Cozinha. Cada vez mais a cozinha é o coração da casa, onde a família se encontra e os amigos conversam com os novos gourmets. Cozinhar é muito mais prazeroso quando outros se juntam para comer. E é ainda mais gostoso se eles se juntam para cozinhar. Por isso ela tem que ser cada vez mais prática, aconchegante e confortável para exercer tantas funções. A cozinha agora é um ambiente social da casa.

Cozinha Social

Consumo consciente

Outra grande tendência é o consumo consciente, mas de uma forma bem abrangente. Começando pelo consumo, as pessoas não compram móveis ou decidem a cor da parede pensando no longo prazo, como antigamente.
Gerações que surgiram num mundo descartável vão consumir cada vez mais. O dia que enjoarem da parede berinjela, pintam de outra cor sem drama. O móvel que saiu de moda pode ser vendido no Mercado Livre ou doado para pessoas que precisam num piscar de olhos. Ou seja, a decoração fica cada vez mais próxima da moda: dinâmica e autêntica.
Mas a conscientização ecológica que também chega cada vez mais forte nos direciona para as origens, para o reuso, para baixos consumos de energia e água, para a busca de móveis que podem ser readaptados no futuro. Por isso os móveis de nossos avós começam a voltar repaginados para casas modernas. O vintage e o retrô nunca estiveram tão fortes.

Além da consciência ambiental, a atenção à saúde e a crise econômica mundial, ainda presente, também influenciam o consumo e o design de cozinhas. Na linha da saúde, as hortas estão cada vez mais presentes para garantir alimentos mais saudáveis e frescos, os fogões trazem alternativas para cozinhar com vapor e grelhados. E na linha econômica, o luxo se torna mais humilde – clássico, minimalista e simples.

Cores

As cores da moda vêm justamente dos sentimentos relacionados ao consumo consciente e à esperança do fim da crise – muito branco e cores neutras, assim como toques super coloridos, brilhos intensos e metálicos.

Mas a tendência mais importante de todas é a da autenticidade, a fuga do lugar-comum. Por isso invente bastante, solte sua criatividade e tenha uma cozinha com a sua cara, e não do jeito que alguém disse que está na moda 😉

Se você quiser mais dicas de design de cozinhas, visite o Casa da Id&a e sinta-se em casa. Te vejo por lá!

Imagens: Freshome, Adore Magazine, Miele, Casa, Coisas & Tal

Manuela Mitre é Designer de Interiores e começou com o seu próprio apartamento, mudando até a cozinha de lugar. Ela conta que ficou fantástico! Criou o Casa da Id&a em 2009 para compartilhar um pouco do que acredita ser Design de Interiores de verdade – inspiração, design e arte. Sem “pode” ou “não pode”, o que importa é a mensagem e a sensação que o ambiente transmite. E isso inclui, claro, sua funcionalidade.

https://casadaidea.wordpress.com/ entre e sinta-se em casa!


Cozinha na TV – Jamie Oliver

Jamie Oliver é o cara!

Barack Obama que me perdoe, mas o Jamie ‘is the man’! Vamos começar pelo que vi, acho que o primeiro programa que assisti dele foi algum episódio do Jamie’s Kitchen, onde ele criou um restaurante para ensinar quinze desempregados e moradores de rua a cozinhar, depois vi vários episódios do Jamie at Home, onde ele mostra sua horta particular, onde planta de tudo! Lembro também de alguns episódios que acho que são do Happy Days with the Naked Chef, onde ele cozinhava pratos rápidos para amigos e também teve um onde ele fez as comidas para a festa da irmã.

Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver
Cozinha na TV – Jamie Oliver

O último episódio que assisti é do Jamie’s American Roadtrip, onde ele cruzou o EUA num motorhome, conhecendo diversas culturas culinárias dos norte-americanos, comeu com descendentes de índios e participou de um campeonato de churrasco junto com uma família. Um detalhe muito legal, é que ele chamou um cara para ajudar que é especialista em assar um porco inteiro durante a noite toda!!

Jamie é o típico gente boa, meio tímido mas sem ser introspectivo, nessa viagem pelos EUA conversa muito com as pessoas e mostra bastante do estilo de vida delas, fazendo uma ligação interessante com o que comem. De longe o programa mais legal que vi dele.

Mas você deve estar se perguntando, porque ele é o cara?

Ele simplesmente redefiniu a merenda escolar da Inglaterra. Simples assim. Na época ele só tinha feito programas no estilo típico dos de culinária, atrás de uma bancada preparando os pratos do dia, quando resolveu mostrar como era possível transformar a merenda escolar em algo bem mais nutritivo e sem gastar mais. Foi uma verdadeira revolução, que gerou campanhas por toda Inglaterra e melhorou a comida das crianças! Mais recentemente, ele lançou outra campanha, a Food Revolution, dessa vez para transformar uma cidade inteira no EUA, onde de acordo com as estatísticas é a cidade mais ‘não saudável’ do país. Será que conseguiu? Preciso assistir!

Enfim, o Jamie é o meu programa de culinária preferido, não importa qual… adoro jeito dele de cozinhar e levar os programas. Sempre bem-humorado e com aquele inconfundível sotaque britânico. Recomendo todos!


Horta Online!

Não, esse não é mais um post falando sobre um jogo online! Pasmem! Isso realmente existe! Pena que não aqui no Brasil, mas enfim!

O site italiano LE VERDURE DEL MIO ORTO (A verdura da minha horta) criou esse serviço digamos, bem original, pra não dizer sensacional e outros inúmeros elogios que eu faria… Funciona de uma forma simples, quase como um jogo mesmo!

Primeiro o cliente seleciona a quantidade de pessoas que vão consumir, o tamanho do terreno, escolher os legumes e verduras que deseja plantar, efetuar o pagamento e a empresa começa a plantar, daí quando os vegetais crescem, eles entregam em sua casa, semanalmente, não é mais que incrível?!

Agora a parte importante… Uma horta pra duas pessoas, sai em média 800/900 euros por ano! O que eu não considero muito, se você avaliar as facilidades. Fora isso, o cliente tem vários serviços adicionais, como colocar adubo na horta, pra ela crescer mais “vitaminada”, colocar um espantalho com a sua cara, montar um albúm do crescimento da horta, entre várias outras opções.

Eu fiquei com inveja, queria morar na Itália agora… e você?