X-Burguer de forno

Domingo à noite, bate aquela fome e o que fazer?Sair pra comer fora não rola, a preguiça vence qualquer coisa… 😉

O jeito é apelar para a mente criativa da esposa!

Durante o brainstorm, levantou-se a idéia de comermos hambúrguer! Imediatamente a esposa lembrou de um lanche/salgado que ela tinha feito anos atrás. Antes mesmo do CnC existir!!

Trata-se do X-Burguer de Forno, uma delícia muito fácil de fazer

Primeiro você pega essa receita e faz a massa. Enquanto ela cresce, tá na hora de fritar os hambúrgueres, aqui em casa utilizei a Air Fryer, evita a sujeira no fogão e deixa a carne menos gordurosa. Tenha em mente que o hambúrguer vai assar junto com a massa, assim não precisa fritar muito, é só dar uma selada.

Pode aproveitar também para ralar/fatiar o queijo.

Tudo pronto?? Agora é só montar!!

Divida a massa em 12 partes iguais, dividindo-a pela metade, e na sequencia, cada pedaço pela metade novamente… e repita o processo sempre dividindo pela metade até ter os 12 pedaços.

Hamburguer de forno

Pegue cada pedacinho abra-o na mão, até que o disco de massa fique um pouco maior do que o hambúrguer, coloque o queijo no meio do disco e o burger no topo. Aí é só fechar com cuidado para a massa não esticar demais e romper, cuidadosamente vá puxando as pontas da massa até o centro do hamburguer.

Hamburguer de forno

Quando os doze lanches já estiverem montados e na assadeira, passe a gema para dar aquela corzinha bonita e colocar para assar no forno médio por 30 min, ou até que estejam bem douradinhos.

Se você gostou da receita, clique em Curtir aqui do lado e Compartilhe com quem você gosta!


Bruschettas do Marido!

Saudações!!

Essa é uma receita que sempre tive vontade de fazer! Nunca tinha comido e sempre tinha ouvido falar, até que resolvi tomar vergonha na cara e fazer!!

E como não podia deixar de ser, vou compartilhar minha aventura!

Almoço de domingo, resolvi que a entrada seriam as minhas Bruschettas, então comprei um pão italiano redondo, escolhi o já fatiado pois a espessura da fatia (1-1,5 cm) é perfeita para as bruschettas, mas você pode cortar mais grosso se quiser ou mais fino se conseguir!

Coloquei duas fatias por pessoa numa assadeira e amassei uns 5-6 dentes de alho junto com algumas folhas de manjericão fresco e um fio de azeite, não exagere no azeite pois ele aparece novamente mais pra frente. Espalhei essa pasta nas fatias e levei ao forno por uns 5-10 minutos. Aqui cabe um aviso, vai do gosto de cada um, mas o pessoal que experimentou achou que eu poderia ter passado um pouco menos de alho, disseram que ficou forte.Bruschettas do Marido

Enquanto tava no forno, piquei 2 tomates grandes, ralei um pedaço de 200g de mussarela e piquei um pouco de manjericão fresco que tinha separado antes. Misturei tudo, tirei a assadeira do forno e coloquei a mistura nas fatias já semi-torradas. Mais um fiozinho de azeite em cada fatia e voltou pro forno até derreter o queijo.

Voilá! Está pronta a bruschetta! Confesso que exagerei na temperatura do forno e deu uma leve queimada embaixo, mas nada que estragasse o delicioso sabor das minhas bruschettas!!

Faça você também e venha me dizer o que achou!

Inté!


Charuto de Repolho

  • Folhas de 1 repolho
  • 700 gramas de patinho moído (2x)
  • 1 xícara de arroz cru
  • 1 cebola picadinha
  • 4 dentes de alho picado
  • Sal à gosto
  • Pimenta Síria à gosto
  • 1 lata ou sachê de molho pronto
  • Quanto baste de água

Coloque as folhas do repolho para cozinhar em água fervente, até que elas amoleçam. Reserve.

Em uma vasilha misture a carne moída, o arroz, a cebola, o alho, o sal e a pimenta. Misture bem.

Recheie cada folha do repolho e enrole como se fosse um rocambole. Coloque os charutos em uma assadeira, lado a lado. Espalhe o molho de tomate por cima dos charutos e complete com água até cobri-los. Cubra a assadeira com papel alumínio e leve ao forno alto por 40 minutos.


Lasanha de Frango

Hummm, só ao lembrar o gosto dessa lasanha já abro um sorriso! Eu amo lasanha de frango, gosto dos outros sabores também, mas de frango é a minha preferida! Sei lá, amo frango! É a minha carne preferida também!

A receita é muito simples!

  • 1 kg de peito de frango cozido, desfiado e temperado
  • 500 ml de molho de tomate (não precisa ser encorpado, pode ser ralinho)
  • 500g de Mussarela ralada ou em fatias
  • 1 pacote de massa de lasanha, dessas que vão direto ao forno

Lasanha de frangoO preparo é simples, o normal da montagem de qualquer lasanha.

Forre o fundo de uma travessa (grande) com molho quente, coloque a massa da lasanha e molho novamente. Daí intercale sempre assim: Frango, queijo, massa, molho, finalizando com massa e queijo.Lasanha de frangoLasanha de frango

Forre a travessa com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 20 minutos (a massa que eu usei pede apenas 12 minutos, mas eu fiz em 20 mesmo!), em temperatura alta. Tire do forno e espere 5 minutos para servir.

Sirva bem quentinha!

Dica: Se você quiser um recheio mais cremoso, adicione 1 ou 2 potes de requeijão ao frango, também fica muito bom!

E Aí? Gostou? Vai fazer? Deixa um comentário e me conta!


Doce…

Doce, ô palavrinha doce!

Que mulher não se joga aos seus pés, que criança não os tem na memória, que namorada que não pensa em você como agrado, que desesperado não encontra alívio no seu peito, que vó que não se parece com o seu efeito: doce…

Abraço automático.

Doce que te quero doce, pra minha vida ser mais doce, como doce de bata doce…

Fiquei maluca? Não exatamente, mas já dei as dicas da aventura de hoje:

Batata doce? Não, mas é doce, como nunca antes doce tratado nesta coluna:

Bolo de Cenoura, pra começar a semana com mais carinho e amor, o mundo precisa.  Quem pode fazer isso melhor do que um doce? Um bolo doce, de cenoura, com calda de chocolate!

Se não dá ainda pra mudar o mundo e amar as pessoas como um todo, agente faz um doce e oferece pra quem ama, tem quase o mesmo efeito.

Chega de doce né! Vamos ao que interessa nesta coluna.

Fucei no fundo do meu ser, consequentemente no fundo da minha casa, encontrei uma receita antiiiiiiiga de bolo de cenoura, pensei:

O papel dessa receita tá até gasto pelo tempo, a letra é de uma mulher jovem e casada recentemente (na época em que o papel também era recente). A letra, sim, é da minha mamãe.

É essa aqui, mesmo velhinha, (e inclusive mais velha que eu) é essa que vou encarar.

Dizem que doce é mais difícil de fazer, exige mais técnica, mas como tudo pra mim é novidade, a minha técnica vai ser à força de vontade e a cara de pau, técnica essa que de fato vem me ajudado bastante na cozinha, mais pra bem do que pra qualquer outra coisa.

Meu deus, como eu gosto de fazer doce, vamos lá de uma vez.

Ingredientes necessários para a massa do bolo:

  • 4 cenouras
  • 1 xícara de óleo
  • 3 ovos
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 colher (de sopa) de fermento em pó

No liquidificador bater as cenouras (que aprendemos a escolher e descascar no post passado), o óleo e os ovos (que por incrível que pareça ainda me sinto meio insegura para quebrá-los) até virar um creme, depois passe esse mesmo creme para uma tigela e misture aos poucos a farinha de trigo, o açúcar e o fermento em pó.

Dicas bacanas de quem não sabe:

É bem legal peneirar a farinha de trigo e, principalmente, o fermento em pó antes de acrescentá-los a receita.

Após tudo junto e misturado na tigela, unte uma forma (com margarina e farinha de trigo) para não grudar a massa do bolo, deposite a mistura nesta forma e mande ver no forno por cerca de 45 minutos.

Não tem jeito, toda vez que for fazer um bolo nessa vida vou lembrar-me da dona da letra da receita, minha mãe, dando-me a missão de untar a forma bem untada quando era criança, e eu era a pessoa que fazia isso melhor no mundo segundo ela,  também depois que o bolo ia para o forno, antes dela lavar a tigela, eu a lambia todinha com os dedos. Hoje não fiz isso, acho que não tem mais graça, mas adoraria ter um ajudante mirim para passar essa função. Deixa meu sobrinho vir pra cá na semana que vem. Nada tem mais gosto de infância do que um bolo recém saído do forno.

A cobertura

A parte que acho mais divertida, tá pensando o que? A cozinheira é inexperiente, mas a ousadia já vem de longa data.

Ingredientes

  • 1 lata de leite condensado
  • 4 colheres (de sopa) de chocolate em pó
  • 1 colher (de sopa) de manteiga

Leve toda essa galera acima para panela em fogo baixo até virar uma massa pastosa. Parece brigadeiro, mas não é, o ideal é ficar com o gosto e com o aspecto, mas não com a consistência. Mexa, quando começar a endurecer, desligue o fogo.

Depois de toda esta saga, deixe o bolo pós assado esfriar, este necessita estar mais frio para ser desinformando com toda aquela classe dos programas de culinária. (dica da mamãe agente não joga fora nunca).

Acrescente a calda (que ficou incrível por sinal).

E…

Fim…

Será minha aptidão maior para fazer doces?

Cenas dos próximos capítulos, epopéias, desastres e mais algumas boas experiências.

Obs: sempre tenho vergonha das fotos das coisas que preparo, pois o meu maior desafio é fazer ficar bom, bonito é outra parada. Mas até que meu bolinho ficou fotogênico!