Doce…

Doce, ô palavrinha doce!

Que mulher não se joga aos seus pés, que criança não os tem na memória, que namorada que não pensa em você como agrado, que desesperado não encontra alívio no seu peito, que vó que não se parece com o seu efeito: doce…

Abraço automático.

Doce que te quero doce, pra minha vida ser mais doce, como doce de bata doce…

Fiquei maluca? Não exatamente, mas já dei as dicas da aventura de hoje:

Batata doce? Não, mas é doce, como nunca antes doce tratado nesta coluna:

Bolo de Cenoura, pra começar a semana com mais carinho e amor, o mundo precisa.  Quem pode fazer isso melhor do que um doce? Um bolo doce, de cenoura, com calda de chocolate!

Se não dá ainda pra mudar o mundo e amar as pessoas como um todo, agente faz um doce e oferece pra quem ama, tem quase o mesmo efeito.

Chega de doce né! Vamos ao que interessa nesta coluna.

Fucei no fundo do meu ser, consequentemente no fundo da minha casa, encontrei uma receita antiiiiiiiga de bolo de cenoura, pensei:

O papel dessa receita tá até gasto pelo tempo, a letra é de uma mulher jovem e casada recentemente (na época em que o papel também era recente). A letra, sim, é da minha mamãe.

É essa aqui, mesmo velhinha, (e inclusive mais velha que eu) é essa que vou encarar.

Dizem que doce é mais difícil de fazer, exige mais técnica, mas como tudo pra mim é novidade, a minha técnica vai ser à força de vontade e a cara de pau, técnica essa que de fato vem me ajudado bastante na cozinha, mais pra bem do que pra qualquer outra coisa.

Meu deus, como eu gosto de fazer doce, vamos lá de uma vez.

Ingredientes necessários para a massa do bolo:

  • 4 cenouras
  • 1 xícara de óleo
  • 3 ovos
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 colher (de sopa) de fermento em pó

No liquidificador bater as cenouras (que aprendemos a escolher e descascar no post passado), o óleo e os ovos (que por incrível que pareça ainda me sinto meio insegura para quebrá-los) até virar um creme, depois passe esse mesmo creme para uma tigela e misture aos poucos a farinha de trigo, o açúcar e o fermento em pó.

Dicas bacanas de quem não sabe:

É bem legal peneirar a farinha de trigo e, principalmente, o fermento em pó antes de acrescentá-los a receita.

Após tudo junto e misturado na tigela, unte uma forma (com margarina e farinha de trigo) para não grudar a massa do bolo, deposite a mistura nesta forma e mande ver no forno por cerca de 45 minutos.

Não tem jeito, toda vez que for fazer um bolo nessa vida vou lembrar-me da dona da letra da receita, minha mãe, dando-me a missão de untar a forma bem untada quando era criança, e eu era a pessoa que fazia isso melhor no mundo segundo ela,  também depois que o bolo ia para o forno, antes dela lavar a tigela, eu a lambia todinha com os dedos. Hoje não fiz isso, acho que não tem mais graça, mas adoraria ter um ajudante mirim para passar essa função. Deixa meu sobrinho vir pra cá na semana que vem. Nada tem mais gosto de infância do que um bolo recém saído do forno.

A cobertura

A parte que acho mais divertida, tá pensando o que? A cozinheira é inexperiente, mas a ousadia já vem de longa data.

Ingredientes

  • 1 lata de leite condensado
  • 4 colheres (de sopa) de chocolate em pó
  • 1 colher (de sopa) de manteiga

Leve toda essa galera acima para panela em fogo baixo até virar uma massa pastosa. Parece brigadeiro, mas não é, o ideal é ficar com o gosto e com o aspecto, mas não com a consistência. Mexa, quando começar a endurecer, desligue o fogo.

Depois de toda esta saga, deixe o bolo pós assado esfriar, este necessita estar mais frio para ser desinformando com toda aquela classe dos programas de culinária. (dica da mamãe agente não joga fora nunca).

Acrescente a calda (que ficou incrível por sinal).

E…

Fim…

Será minha aptidão maior para fazer doces?

Cenas dos próximos capítulos, epopéias, desastres e mais algumas boas experiências.

Obs: sempre tenho vergonha das fotos das coisas que preparo, pois o meu maior desafio é fazer ficar bom, bonito é outra parada. Mas até que meu bolinho ficou fotogênico!


Pão de Manteiga

 

Ingredientes

***medida do copo 240 ml

  • 1 copo de leite
  • 1 ovo
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 1/2 colher sopa de sal
  • 2 colheres sopa de açúcar
  • 3 copos + 2 colheres sopa de farinha de trigo (ou um pouco mais, se necessário)
  • 2 colheres chá de fermento biológico seco

2014-07-10_11-55-34

Modo de Preparo

Coloque todos ingredientes na Máquina de Fazer Pão, seguindo a ordem acima. Se for assar na máquina, selecione o ciclo doce. Se não selecione o ciclo amassar, após o término do ciclo, molde e deixe descansar por 30 minutos. Asse em forno pré-aquecido em temperatura média por 20 minutos ou até dourar.

Não tem máquina de fazer pão? Não tem problema! Clique aqui e saiba como fazer!


Pricazza

Hum, mais de uma semana sem aparecer por aqui! Ás vezes pra colocar receitas novas é um pouco complicado, visto que eu não faço receitas para o site! Faço receitas aqui em casa, pra gente experimentar coisas novas… então de vez em quando a vontade é do trivial mesmo…

Tem gente que acha que aqui em casa não rola arroz com feijão! Mas rola sim… o Marido ama feijão! Então pensem assim… se não tem receita nova é porque a vontade é de arroz, feijão e ovo!

Mas o lado bom é que eu achei essas fotos, de uma receita que experimentei faz 2 meses mas eu tinha esquecido de postar! =S

A idéia veio de várias receitas. A base da massa é um pão de batata, mas eu queria uma coisa mais fácil, então resolvi abrir a massa como a de pizza, e imaginei que ficaria no estilo da fricazza que é exatamente isso, um pão de batata com cobertura (tradicionalmente a cobertura é mussarela ou calabresa). Daí nasceu a tal PRICAZZA, pq eu não deixei a massa tão alta!

Ingredientes      (medida do copo 240ml)
  • 1 copo de leite com 2 ovos dentro
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • 1 copo de batata cozida e espremida
  • 2 colheres de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3 1/2 copos de farinha de trigo (ou um pouco mais, conforme necessário)
  • 3 colheres de chá de fermento biológico seco
  • recheio à gosto

Modo de Preparo

Adicione todos os ingredientes na Máquina de fazer pão (seguindo à ordem acima), selecione o ciclo amassar. Após o término do ciclo, abra a massa em uma forma para pizza (ou ao seu gosto), se quiser a massa bem grossa, divida em 2 partes, se quiser a massa com espessura média, divida em 3!


Deixe a massa descansar por 30 minutos e pré-asse por 15 minutos na temperatura de 250ºC.

Coloque a cobertura (no meu caso foi: molho, presunto ralado, catupiry, mussarela, tomate e orégano) e leve para assar por 20 minutos ou até que esteja ao seu gosto!

Pra quem não tem máquina de fazer pão, clique aqui e descubra como fazer!

Vale muito a pena  fazer, é pra esquecer o telefone da pizzaria!

Fez? Vai fazer? Gostou? Deixe um comentário!


Pão de Batata Recheado

Ingredientes      (medida do copo 240ml)
  • 1 copo de leite com 2 ovos dentro
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • 1 copo de batata cozida e espremida
  • 2 colheres de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3 1/2 copos de farinha de trigo (ou um pouco mais, conforme necessário)
  • 3 colheres de chá de fermento biológico seco

Modo de Preparo

Colocar todos os ingredientes na máquina de fazer pão, seguindo à ordem acima. Selecione o ciclo AMASSAR. Após o término do ciclo, recheie à gosto, pincele um ovo batido e salpique orégano, deixe crescer por mais meia hora, leve ao forno pré-aquecido (180º) por mais ou menos 30 minutos (até que esteja dourado).

O meu recheio foi de peito de peru e catupiry, ficou delicioso, super suave!


Como ainda estou me adaptando com meu fogão, eles acabaram ficando um pouco mais assados embaixo do que eu esperava! A massa é bem molinha, tem que ir passando na farinha pra moldar. Da próxima vez vou ralar o peito de peru, vai ficar mais bonito na foto!

Quer fazer e não tem máquina de fazer pão? Clique aqui!

Fez? Gostou? Deixe seu comentário!


Bolo de Fubá da Sogra!

Taí mais uma receita aprovadíssima, essa foi cedida pela sogrinha!!! Que faz uns doces maravilhosos!

Esse bolo é o bolo dos sonhos do Marido… Ele sempre pedia, falava assim, vou pedir a receita pra minha mãe, mas acho que como eu não me animava, ele acabava desistindo. Agora como ele mesmo diz, com esse blog ele come cada dia melhor! Danadinho!

A receita não é das mais fáceis, também não tem muito segredo, só pede um pouco mais de tempo!

Ingredientes (1ª etapa)

  • 2 copos de leite
  • 2 copos de fubá
  • 1 copo e 1/2 de açúcar
  • 1 copo de óleo

Modo de Preparo (1ª etapa)

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio mexendo sempre. Quando a polenta soltar do fundo da panela, retire do fogo e deixe esfriar. Se necessário, quando quiser que esfrie mais rápido, coloque a panela em uma bacia cheia de gelo.

Ingredientes (2ª etapa)

  • 3 ovos
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de erva-doce (opcional)
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo (2ª etapa)

Separe as claras e bata até formar o ponto de neve. Reserve.

Misture na polenta as gemas (peneiradas), a margarina, o sal e a erva-doce. Depois que estiver bem misturado, incorpore as claras em neve lentamente e junte o fermento em pó. Coloque essa mistura em uma forma untada com margarina e açúcar. Leve ao forno médio por 50 minutos (ou até que o palito saia limpo). Deseforme ainda quente.

Delícia, nem conseguimos esperar e comemos ele quente mesmo!!

Gostou? Comenta!