Macarrão com Atum

Oi gente Bonita!!!

Primeiro quero desejar à todos um Feliz 2016! Espero que Deus abençoe todos nós! E que esse ano seja melhor do que foi 2015!

E eu não apareço por aqui desde Outubro! Essa blogueira aqui tá com uma dívida grande com vocês!

Mas enfim, vim trazer mais uma receita boa e fácil! Daquelas receitas que em 15 minutos fica pronta e mesmo que você não tenha todos os ingredientes necessários, dá pra ir adaptando aqui e ali!

Macarrão com Atum

  • 1 pacote de Macarrão 500 gr (eu usei parafuso)
  • 2 dentes de Alho amassados
  • 1 Tomate picado em cubos sem sementes
  • 1/2 Pimentão Amarelo picado em cubos
  • 1 Cebola Roxa pequena picada em cubos
  • Azeitona picada à gosto
  • Sal, Pimenta, Orégano
  • 2 latas de Atum Sólido em óleo

Macarrão com Atum

Coloque o Macarrão para cozinhar, seguindo as instruções da embalagem (ou então, faz igual o Marido ensinou aqui!).

Escorra o Azeite do Atum em uma panela grande (grande o suficiente pra caber o macarrão cozido depois), leve ao fogo e junte a Cebola Roxa, refogue por 2 minutos. Junte o Alho e refogue por mais 1 minuto, apenas pra soltar o aroma. Depois desse tempo, junte o Pimentão, o Tomate e a Azeitona, tempere com Sal, Pimenta e Orégano e misture bem, refogando por uns 3 minutinhos (só pra aquecer mesmo, o legal é que o tomate e o pimentão ainda fiquem um pouco firmes).

Junte o Macarrão já cozido e as 2 latas de Atum e misture tudo muito bem! Voilá! Tá pronto! Rapidinho!

Agora vamos às substituições que eu pensei e que podem te ajudar!

  1. Troque o Macarrão tradicional por um sem glúten ou integral! Vai ficar mais saudável e gostoso do mesmo jeito!
  2. Comprou o atum ralado? Serve! Comprou daqueles sem óleo? Serve também! Apenas substitua por azeite!
  3. Gosta de Milho e Ervilha? Pode colocar no refogado! Fica muito gostoso também! 
  4. Cheiro verde picadinho, depois que a receita ficou pronta, dá um ar super fresco pro macarrão! Vale a pena incluir!

Se você gostou dessa receita, clique em Curtir aqui do lado e Compartilhe com quem você gosta


Carne Louca

Essa é uma receita que eu queria (e muito!) compartilhar aqui com vocês! Primeiro porque eu sou tipo fã de festinha de criança, porque toda mãe com bom gosto faz carne louca (fica a dica prazamigas!), segundo porque alguém, em algum momento já me cansou de pedir essa receita. Às vezes eu demoro pra postar a receita, porquê cada receita tem uma ocasião, saca? Essa daí eu fiz pro lanche de niver da minha irmã, mas rola de fazer pra festa junina, julina =), já vi gente dizendo que fez de recheio de torta, recheio de escondidinho, enfim… eu apoio todas as causas, sempre vale a pena!

A receita não tem nadica de difícil, é daquelas joga tudo na panela de pressão… Mas a principal coisa é decidir a carne… Tem gente que gosta de usar Lagarto! Acho que é o mais comum até! Mas eu prefiro Acém, acho que é uma carne mais saborosa! Porém fica à gosto do freguês!

Carne Louca, Doida, Malucona!

Em uma panela de pressão (de 4 litros ou mais), coloque 1,5 kg de Acém ou Lagarto (pode ser em pedaços), 2 cebolas cortadas em palitos, 2 tomates cortados em cubos (com pele, sementes, tudo!), 1 pimentão médio picado, 2 sachês (ou tabletes) de caldo de carne, 2 sachês (ou latas) de molho de tomate pronto, 5 dentes de alho amassados e 300 ml de água. Tenta dar uma misturada, tampa a panela e leve ao fogo médio por mais ou menos 50 minutos.

Tira a pressão da panela, abre a tampa e deixa no fogo bem baixinho sem tampar. Vai pegando os pedaços da carne e desfiando. Não precisa desfiar muito pequeno, porque ela continua cozinhando e ainda amolece bastante!

Carne louca

E continua assim, tira um pedaço, desfia e devolve pra panela, até desfiar todos os pedaços!

Eu tive que acertar o sal! Acho que coloquei meia colher de sopa de sal, mas daí depende do gosto né!

Depois de acertar o sal, desligue o fogo e coloque 1/2 maço de cheiro verde beeeeem picadinho, dá mais uma misturada e tá pronto!

Essa receita rende bem, por volta de uns 60 mini-pães. Você pode diminuir a receita, ou congelar metade, o que é uma ótima idéia! Daí vai ter carne louca sempre que você quiser!

Faz! Faz! Faz! E depois vem aqui me contar se fez sucesso!


Tabule

Tabule é uma salada libanesa super refrescante e deliciosa. Normalmente é consumido com folhas de alface. Rápida, fácil e saudável! Faça e me diga o que achou!

 

  • 4 tomates sem sementes, picados em cubinhos
  • 2 maços de cheiro verde picadinhos
  • 1 maço de hortelã picada (só as folhas)
  • 1 cebola picada
  • 1/2 xícara de trigo para quibe
  • suco de 3 limões
  • 1 colher sopa de azeite
  • sal e pimenta síria à gosto

Deixe o trigo de molho em água por meia hora. Escorra a água e aperte o trigo com as mãos para retirar o excesso.

Numa tigela grande misture todos os ingredientes. Leve à geladeira por meia hora antes de servir.

Eu servi com Mjadra (Arroz com Lentilha) e Charutos de Repolho.



Frango com Cheddar

Essa é uma receita baseada no Frango com Requeijão da mãe do marido… Eu lembro exatamente a primeira vez que eu fiz… Não tinha a menor idéia de como era… lá em 2006 e fiz do jeito que eu imaginava. Comprei filés de frango, temperei, grelhei, coloquei numa assadeira, cobri com requeijãoe levei ao forno… Depois de um tempo eu descobri a forma de se fazer… claro que não tinha nada a ver com a minha tentativa…

Só que tinha um grande problema, eu não gosto de requeijão (pode me chamar de chata)! Nem um pouco aliás! Pra mim tem gosto de leite salgado e cremoso, horrível!

Então fiz essa adaptação e comecei a usar o cheddar… é um prato super fácil e delicioso!

Ingredientes

  • 1 Kg de sobrecoxa de frango
  • 2 colheres (sopa) de molho inglês
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • 1 tablete de caldo de galinha
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 cebola cortada em fatias
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1 pacotinho de sazon para aves
  • cheiro verde picadinho e orégano à gosto
  • 1 pote de cheddar

Modo de Preparo

Em uma panela grande coloque o frango, o molho inglês, o sal e o caldo de galinha. Cubra com água e leve ao fogo por mais ou menos 1/2 hora (ou até que o frango esteja cozido). Retire o frango da panela e reserve o caldo.


Quando o frango estiver frio, retire a pele (pode jogar a pele fora) e desfie grosseiramente o frango (despedace, não deixe pedaços muito pequenos), reserve.

Leve uma panela ao fogo com o azeite, a cebola e o alho até dourar. Coloque o frango, o sazon e frite por uns 5 minutos, mexendo sempre.


Coloque 2 conchas do caldo do frango que você tinha reservado, o cheiro verde, o orégano e o pote de cheddar, misture bem. Coloque numa assadeira e leve ao forno por 20 minutos.


Sirva com arroz e batata palha.


Dicas:

  1. Caso você goste, pode optar por requeijão, eu não gosto, mas todo mundo acha uma delícia!
  2. Não precisa ser necessariamente a sobrecoxa do frango, pode-se usar também o peito, por exemplo. Eu uso a sobrecoxa porque além de ser a minha parte preferida, eu também acho que tem mais sabor e fica mais molhadinha.
  3. A receita pode ser dobrada ou triplicada facilmente!
  4. O restante do caldo do frango, normalmente eu uso pra fazer o arroz!

E aí? Gostou da receita? Deixa um comentário!


Marido na Achiropita – Calabresa

No longínquo ano 2000, quando ainda estava para me formar no colegial, fui levado por um amigo ao Encontro de Jovens da igreja de Nossa Senhora Achiropita, após o encontro me falaram ‘se cadastre para trabalhar na festa!’. Festa? Que festa? ‘A festa italiana que acontece todo ano!’ e motivado muito mais pela curtição do que qualquer outra coisa resolvi me inscrever.

Na verdade já tinha ouvido falar na festa, assim como muitos já tinha visto a propraganda na TV durante o mês de agosto. E principalmente por causa do meu tamanho avantajado, me colocaram para trabalhar na barraca do macarrão. Foi uma surpresa para mim, gostei muito de trabalhar na festa, saia todos dias acabado, todo dolorido, mas saia feliz! Era um descanso carregando pedra que me deixava me sentindo muito melhor! Nos anos seguintes, não pensei duas vezes quando me chamaram para trabalhar, por mim podia ter a festa o ano todo!

Por causa da festa mantive um pequeno contato com o grupo de jovens, não frequentava as reuniões, mas conhecia o pessoal e por causa disso acabei conhecendo a Rafa, a mulher da minha vida!

Vou fazer uma série no ‘Marido na Cozinha’ sobre a festa da Achiropita e em cada um dos post vou imitar alguma delícia vendida na festa. Para começar, uma iguaria da mesma região de onde veio a fé em N. Sra. Achiropita, a calabresa!

Na festa ela é vendida em duas barracas, cada uma para a preferência do freguês, uma é na chapa e a outra no brasa servida geralmente no pão com vinagrete, mas tem gente que pede como porçãozinha.

Para mostrar a vocês, fiz na chapa por ser mais simples e por que prefiro mesmo. 🙂

Não tem muito o que explicar na calabresa, para 4 sanduíches:

  • 4 pães franceses
  • 6 gomos de linguiça
  • 2 tomates
  • 1 cebola grande
  • 1 maço de cheiro verde

Pique o tomate, a cebola e o cheiro verde, misture e tempere a gosto, eu utilizei um tempero que a esposa fez para a salada no almoço, uma mistureba muito boa! Qualquer dia ela posta aqui…


Frite bem a linguiça e depois de pronta, divida pela metade no comprimento e coloque 3 metades em cada pão, assim como é servida na festa.


Depois é só mandar pra dentro.


Só para dar água na boca, ainda vai rolar por aqui: fogazza, fricazza, pedaços de amor, churrasco, Sfogliateli e muito mais!