Philly CheeseSteak

Se tem uma coisa que adoro é sanduíche! A esposa sempre me chamou de ‘besteirento’ porque eu queria comer só lanche quando saíamos. Ela me mostrou as maravilhas de comer uma boa comida de verdade, mas ainda tenho minha paixão pelas duas fatias de pão com um monte de coisa dentro!!

Assim, depois de ver o Jack/Tucano montar esse sanduba no canal dele, resolvi fazer também e mostrar aqui para vocês!

Philly cheese steakPrimeiro fatiei 1 pimentão de cada cor  (Vermelho, Verde, Amarelo)2 cebolas em meia rodela e 100g de champignon. Ralei 300g de provolone, e peguei 500g de contra-filet.

Uma dica legal que peguei na Cozinha de Jack foi cortar os bife bem grossos do contra-filet, na perpendicular, assim você consegue lascas bem finas. Acrescento aqui minha dica, deixe os bifes no congelador por 30 min. antes de cortar, pois ele fica mais firme e facilita bastante para cortar fininho.

Depois de tudo separado, vamos ao preparo! Basicamente são três etapas distintas, numa frigideira grande,coloque um pouco de azeite e jogue a cebola, deixe-a fritar por bastante tempo, até ela ficar bem dourada e macia, acrescente os pimentões e o champignon, quando os pimentões estiverem bem cozidos reserve.

A próxima etapa é a carne, ainda na mesma frigideira, coloque a carne e tempere-a com sal e pimenta a gosto. É importante utilizar a mesma panela, pois a carne pega um pouco do gosto do molho de pimentão que foi feito antes. Quando ela já estiver bem dourada, reserve!

Agora vamos para o queijo! Numa panela, misture 1 caixinha de creme de leite, equivale a meia lata e o provolone, leve ao fogo baixo e mexa até o queijo derreter totalmente e formar um creme bem homogêneo.

Pronto! Na montagem não tem segredo nenhum, utilize uma meia baguete ou um pão francês mesmo. Ponha na ordem carne, vegetais e queijo… aí é só mandar pra dentro!!


Carne Louca

Essa é uma receita que eu queria (e muito!) compartilhar aqui com vocês! Primeiro porque eu sou tipo fã de festinha de criança, porque toda mãe com bom gosto faz carne louca (fica a dica prazamigas!), segundo porque alguém, em algum momento já me cansou de pedir essa receita. Às vezes eu demoro pra postar a receita, porquê cada receita tem uma ocasião, saca? Essa daí eu fiz pro lanche de niver da minha irmã, mas rola de fazer pra festa junina, julina =), já vi gente dizendo que fez de recheio de torta, recheio de escondidinho, enfim… eu apoio todas as causas, sempre vale a pena!

A receita não tem nadica de difícil, é daquelas joga tudo na panela de pressão… Mas a principal coisa é decidir a carne… Tem gente que gosta de usar Lagarto! Acho que é o mais comum até! Mas eu prefiro Acém, acho que é uma carne mais saborosa! Porém fica à gosto do freguês!

Carne Louca, Doida, Malucona!

Em uma panela de pressão (de 4 litros ou mais), coloque 1,5 kg de Acém ou Lagarto (pode ser em pedaços), 2 cebolas cortadas em palitos, 2 tomates cortados em cubos (com pele, sementes, tudo!), 1 pimentão médio picado, 2 sachês (ou tabletes) de caldo de carne, 2 sachês (ou latas) de molho de tomate pronto, 5 dentes de alho amassados e 300 ml de água. Tenta dar uma misturada, tampa a panela e leve ao fogo médio por mais ou menos 50 minutos.

Tira a pressão da panela, abre a tampa e deixa no fogo bem baixinho sem tampar. Vai pegando os pedaços da carne e desfiando. Não precisa desfiar muito pequeno, porque ela continua cozinhando e ainda amolece bastante!

Carne louca

E continua assim, tira um pedaço, desfia e devolve pra panela, até desfiar todos os pedaços!

Eu tive que acertar o sal! Acho que coloquei meia colher de sopa de sal, mas daí depende do gosto né!

Depois de acertar o sal, desligue o fogo e coloque 1/2 maço de cheiro verde beeeeem picadinho, dá mais uma misturada e tá pronto!

Essa receita rende bem, por volta de uns 60 mini-pães. Você pode diminuir a receita, ou congelar metade, o que é uma ótima idéia! Daí vai ter carne louca sempre que você quiser!

Faz! Faz! Faz! E depois vem aqui me contar se fez sucesso!


Kafta

Hummm, acho que foi no ano-novo que eu estava em busca de uma receita de Kafta e fui testando e achei a receita certa!

Eu realmente adoro Kafta… normalmente eu compro aqueles pacotinhos congelados que custam uma fortuna, o que é uma vergonha pra alguém que tem um blog de culinária, né não?

KaftaPois bem, a receita não podia ser mais simples. O ingrediente mais complicado é a Pimenta Síria, mas você consegue encontrar em Supermercados grandes. Mas com certeza ela é o ingrediente principal.

Para a Kafta, basta misturar bem 1 Kg de Carne Moída, 1 cebola picadinha (ou ralada), 3 colheres de sopa de Pimenta Síria, 1 ramo de hortelã picado e Sal à gosto.

Daí você pode dar a forma em espetos, caso vá fazer pra churrasco, ou sem o espeto caso queira fazer no forno, que também fica ótima.

O tempo é de mais ou menos uns 15 minutos no forno alto, ou na brasa, mas daí é mais a minha opnião, já que tem gente que prefere mal passada ou torradinha!

Mas independente de como você preferir, faça! E depois vem deixar seu comentário!

Beijo gente! Até a próxima!


Sazón é Amor!

No dia 9/11/2011, aconteceu um evento incrível, para blogs de Culinária realizado pela Sazón! E nunca ficou tão claro pra mim esse efeito do “Amor”, como nesse dia!

Tudo foi pensando com tanto carinho, que fez com que eu me sentisse muito especial!

Começando pelo local! O evento foi realizado na Casa Electrolux, no piso superior, onde fica uma cozinha linda! A casa inteira é maravilhosa, lá você pode ver, testar e até comprar os produtos da Electrolux!

Quando subimos para a cozinha, tivemos um tempinho pra bater um papo, falar sobre os blogs, trocar dicas, muito bacana.

Depois começou a aula, que além das receitas maravilhosas, nos ensinou novas formas de usar o Sazón, tanto o tempero, quanto o caldo em pó! Eu, que já sou fã do produto, fiquei muito entusiasmada e confesso que desde a aula eu já utilizei várias dicas aqui em casa, aos poucos vou passando pra vocês!

As receitas que aprendemos foram:Sazón

BATATINHAS COM PATÊ DE SAZÓN®

Ingredientes

•   300 g de batatas-bolinha cozidas e cortadas em quatro partes
•   2 sachês de Tempero SAZÓN® Amarelo
•   1 colher (sopa) de manteiga sem sal
•   meia xícara (chá) de maionese (100 g)
•   1 colher (chá) de cebolinha-francesa picada

Modo de Preparo

Em um recipiente pequeno, coloque a batata e 1 sachê de Tempero SAZÓN®, e misture delicadamente.

Em uma frigideira, coloque a manteiga e leve em fogo alto para derreter. Junte a batata e salteie, aos

poucos, por 3 minutos, ou até dourar.

Escorra em papel-toalha e espete os pedaços de batata em palitos de dente.

Em uma tigela pequena, coloque a maionese, a cebolinha e o Tempero SAZÓN® restante, e misture até

que fique homogêneo.

Sirva acompanhando as batatas.

Rendimento: 6 porções

Tempo de preparo: 20 minutos

Dicas

1. Sirva o patê acompanhando torradas.

2. Substitua o Tempero SAZÓN® Amarelo pelo de sua preferência.

Continue lendo »


Pimentão Recheado, de Mãe

No último Post eu falei sobre uma mulher que foi minha inspiração, minha Mãe, que não é só minha, mas tá valendo, é o nosso jeitinho lá em casa de falar… minha mãe, meu pai, meu irmão ou irmã!

Esse último mês foi bem difícil… perdemos meu Pai, que sempre foi uma pessoa maravilhosa. Mas junto com isso nos demos conta que temos que ficar mais unidos, afinal, a vida passa muito rápido e nunca se sabe o dia de amanhã…

Daí, depois disso tudo e do post, fiquei puxando pela memória, os pratos que minha mãe fazia e que eram meus preferidos.

Aqui no Blog, eu tento ensinar sempre pratos simples, alimentos para o dia-a-dia, isso já me deixou durante um bom tempo achando que por isso o blog jamais faria “sucesso”, não que eu precise disso, afinal, esse é o meu Blog, fico feliz com as visitas, porém ele é feito pra mim mesma! Mas no fim das contas, descobri que muita gente procura exatamente sobre o que falo por aqui… A tal comida do dia-a-dia.

E voltando… minha mãe sempre cozinhou muito bem, coisas simples, porém essas coisas simples, faziam uma enorme diferença… Ela faz o melhor arroz, o melhor feijão e tudo aquilo que se dedicar.

Tá, muito blábláblá, e receita que é bom?

Foi desses vários pensamentos que eu lembrei do pimentão recheado que ela faz. Eu chamei a receita de Pimentão Recheado de Mãe, porque hoje em dia eu sei que o “verdadeiro” pimentão recheado é bem diferente desse que vou passar a receita. Mas quem é que diz o que é “verdadeiro” nessa vida? Só a sua vontade! Vamos à receita!

Pimentão RecheadoLave bem 12 pimentões verdes de tamanho médio. Corte a tampa do pimentão e retire as sementes. Reserve (os pimentões e as tampas).

Em um refratário grande misture: 1kg de carnde moída, 1 cebola picadinha, 1 colher de sopa de alho picado, 1 tomate picadinho, 1/2 maço de cheiro-verde picadinho, Sal e Pimenta do Reino à gosto (eu usei 1 caldo de carne Sazón + 1 tempero Sazón Sabores do Sul + 2 colheres de sopa de Sal), 1 e 1/2 xícara de arroz cru e 1 colher de sopa de orégano.

Depois de misturar bem, recheie os pimentões, tampe (pra prender as tampas eu usei 1 palito de dente em cada um) e coloque-os lado a lado em uma assadeira grande e funda.

Dilua em 2 sachês de molho pronto, 2 caldos de carne em pó e espalhe sobre os pimentões. Complete com água até cobrir metade dos pimentões. Leve ao forno alto por 1 hora, cobertos com papel alumínio. Após a primeira hora, retire o papel alumínio e deixe mais meia-hora para reduzir a água.

Se você preferir pode reduzir facilmente essa receita pela metade.

Esse recheio serve também para abobrinha!

Mamãe com a Laura CardosoAgora que eu falei tanto dela, olha aí a minha Mamys, com a sua roupa de Chef! Toda feliz por ter visto uma atriz que ela tanto gosta! Pra Laura Cardoso ela fez um bolo de Fubá!

Espero que tenham gostado da receita! Deixe um comentário e diga o que achou!