Charlotte de Pêssegos em Calda

Natal que se preze, tem que ter uma sobremesa bacana, né?!

E naquele dia que eu fiz o Peru, eu tinha que fazer o doce valer a pena também né! Pois bem, pesquisa, pesquisa, pesquisa… Achei essa receita de Charlotte!

Fui com a lista de compras ao super e pasmem! Não tinha biscoito champagne! Massss tinha meia caixa aqui em casa, resolvi arriscar!

Cheguei em casa e fui linda pra cozinha preparar a Charlotte (ou seria O charlotte? Como o nome é feminimo, com o com A).

Mas a loka aqui esqueceu um dos itens principais… a ricota! Ahhh como eu pudeeee?? Raiva de mim… Daí saí em busca de um receita de ricota, pra ver se rolava fazer em casa, achei! Mas adivinhem qual o ingrediente principal pra fazer queijo?

Pois é… esse dia foi realmente PUNK! Aqui em casa nós só usamos leite em pó, porque serve bem em todas as receitas e não estraga tão rápido, já que não temos o costume de beber leite diariamente…

A essa altura, vocês já devem estar pensando que não vai ter receita nenhuma… Mas tem… no fim tudo deu certo!

Então primeiro eu vou contar como fiz a ricota.

Ricota Caseira

Ferva 3 litros de leite, retire do fogo e acrescente o suco de 3 limões. Volte ao fogo e mexa por 1 minuto. Deixe descansar por 1 minuto fora do fogo e escorra. Eu escorri o meu em uma peneira bem fininha.

Daí vem a dúvida, pra mim, fazendo com o leite em pó, essa quantidade rendeu pouco mais de 300 gramas, então não sei se vale tanto a pena fazer ricota em casa, porém eu acho que com o leite lá da caixinha, deve render mais, vejam a receita original aqui! De qualquer forma, se você tiver uma emergência, como era o meu caso, daí vale a pena sim, pois o resultado foi muito bom!Charlotte de Pêssegos em Calda

Charlotte de Pêssegos em Calda

Forre a lateral de uma forma redonda, com fundo removível com biscoito champagne (metades). Reserve.

Bata no liquidificador 300 gramas de ricota (pode ser um pouco mais, aquela quantidade do mercado serve), 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite sem soro, 1 colher de sopa de suco de limão, 1/2 colher de sopa de raspas de limão e 1 envelope de gelatina sem sabor (hidratada, conforme manda a embalagem). Acrescente à essa mistura 1 xícara de pêssegos em calda picados. Despeje a mistura na forma e leve à geladeira por 3 horas.

Para decorar eu usei geléia de pêssego e o restante dos pêssegos fatiados. Fica mais gostoso se você escolher uma geléia que não seja tãoooo doce.

Se você preferir, pode trocar por outra fruta, tipo Morango.

E como eu disse, no fim deu tudo certo, mas tão certo que não sobrou nadica… Muito bom! Faça e não esquece de comentar!!!!


Patê de Berinjela

Receita deliciosa, rendeu vários elogios!

  • 1 berinjela grande cortada em rodelas
  • 1/2 litro de água
  • 100 ml de de vinagre claro
  • 1 dente de alho espremido
  • 1/2 xícara de chá de azeitonas pretas picadas
  • 1 colher de chá de sal
  • 100 ml de azeite
  • 2 colheres de orégano

Patê de Berinjela

Patê de Berinjela

Em uma panela grande, coloque a berinjela, a água e o vinagre e cozinhe em fogo alto por 15 minutos, mexendo de vez em quando. Retire do fogo, escorra a água e quando esfriar, esprema, para retirar o excesso de água.

No copo do liquidificador coloque a berinjela, o alho, as azeitonas, o sal, o azeite e o orégano (eu bati no mixer), e bata conforme seu gosto.

Sirva com torradas, biscoitos ou pães.

Receita Adaptada da Revista Sabores Ajinomoto


Torta Holandesa

Olá galera, sentiram saudades? Para quem estava achando fácil demais as minhas receitas hoje vamos dificultar com um desafio, que nem foi tão difícil assim.

O primeiro desafio que recebi foi da namorada, queria um doce, mas não qualquer doce, queria o seu favorito, torta holandesa, na hora pensei: me dei mal, mas desafio feito é desafio cumprido. Depois de uma busca básica no santo Google, achei a receita certa.

Torta holandesa

Creme:

  • 250 g de margarina
  • 180 g de açúcar refinado
  • 2 latas de creme de leite sem soro
  • 80 ml de leite condensado

Base:

  • 1 pacote (200g) de biscoito maizena

Cobertura:

  • 1 barra de chocolate meio amargo
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 1 colher(sopa) de margarina

Lateral:

  • 1 pacote de biscoito calipso

Modo de Preparo

Creme

  1. Bata na batedeira a margarina e o açúcar até obter um creme mais ou menos branco
  2. Acrescente o leite condensado e continue batendo
  3. Coloque o creme de leite e mexa bem

Cobertura

  1. Derreta a barra de chocolate no microondas ou em banho-maria até ficar bem derretido, aqueça o creme de leite sem deixar ferver
  2. Misture o chocolate e a margarina e o creme de leite até ficar em creme bem homogêneo

Montagem

  1. Coloque as bolachas maizenas em baixo (forrando o fundo), dos lados da forma coloque os biscoitos calipso (deixando espaço entre uma e outra), e adicione o creme levemente para as bolachas não subir, e depois a cobertura e pronto.
  2. Leve à geladeira por 3 horas e sirva como desejar

Obs.: Usar forma de fundo falso

Confesso que ela não ficou a mais bonita, tipo confeitaria, não acertei muito não hora de colocar a cobertura, mas ruim ela não ficou.

Espero que tenha gostado e mandem idéias.


Uma pitada de novos hábitos

Se você perguntar para qualquer brasileiro há mais de 3 meses em Dublin do que ele mais sente falta, pode apostar que a entre outras coisas aparecerá a resposta: Comidinha de casa, pastel, pão de queijo… isso sem falar nos produtos aos quais nós nos acostumamos como por exemplo: Achocolatado, Guaraná e a lista para alguns segue infinita.

Mas, Malu a comida daí é ruim? Comida caseira (bem feita) nunca é ruim ! No período em que estive encubada na Host Family (a família que me recebeu), dando os meus primeiros passos nessa nova vida pude vivenciar o paladar Irlandês, por que como toda boa Host, a minha me recebeu com um prato típico na Irlanda: Something with Potato (Alguma coisa com Batata).

Shepherds Pie - Fonte: Google Images

Shepherd’s Pie – Fonte: Google Images

A batata é a base da dieta Irlandesa, o prato em questão que me foi ofertado foi o famoso Shepherd’s Pie – que na verdade é uma receita inglesa, porém é muito bem apreciado e já inserido na cultura Irlandesa, cuja a receita pode ser facilmente encontrada em diversos sites de culinária e me parece até simples de fazer. Só pra constar, é muito bom ! A batata também é uma campeã de audiência no Brasil, então, não foi difícil gostar.

Mas a Irlanda não é diferente de outros países e portanto, não vive só disso. Todos os dias milhares de estudantes aterrisam por essas terras trazendo consigo a curiosidade pelo novo como também disposição para compartilhar a sua cultura, o que inclui obviamente seus hábitos alimentares.

Aqui vivem muitos Indianos, Coreanos, Chineses… Enfim, assim sendo o mercado também teve que se adaptar a esses consumidores e seu paladar. É bem comum por aqui encontrar pratos prontos com Curry, por exemplo. Há também pequenas mercearias com produtos de origem Polonesa, Italiana e acreditem, temos 3 representantes Brasileiras – foi  onde degustei depois de 3 meses o nosso maravilhoso Guaraná Antart… ! Comprei até biscoito de polvilho !!!! Estou namorando uma lata de farinha láctea.

Essas coisas para quem está longe de casa, dos amigos, da família, acaba virando quase que um carinho. Na lojinha brasileira situada próxima ao Templo Bar tem até Coxinha e Brigadeiro ! E há aqueles que foram além, como o Adão e sua feijoada, um dos mais clássicos programas que todo brasileiro aqui faz: Experimentar a Feijoada do Adão.

A importância da Feijoada do Adão para alguns se dá por que aqui não é comum as casas terem PANELA DE PRESSÃO, é possível fazer feijão? É ! Mas, você que visita esse site, já deve saber melhor do que eu que não é a mesma coisa !!! Então, aqui temos duas opções: Feijão de latinha (horrível, é doce !) ou horas sem fim do feijão cozinhando para não ter gosto de feijão. A importância dessa peça em nossa alimentação diária você acaba sentindo quando fica sem. Feijão como todos sabem tem ferro e é uma das melhores fontes desse nutriente, portanto a falta dele em alguns casos quando não se procura uma substituição adequada pode até gerar uma anemia !

Os supermercados

Mais acima eu disse que em função da nossa vinda para esse país, os supermercados tentaram se adaptar colocando a nossa disposição alguns produtos mais familiares. Quando eu entro na Dunnes por exemplo dou de cara com a Cuisine de France, onde encontro o bom e velho croissant. No Lidl é possível encontrar pães diversos, marcas diferentes de noodles e produtos mais populares. Agora o mais importante supermercado aqui chama-se Tesco. Esse tesco tem de tudo, a maior parte dos seus produtos é produzida por eles mesmos – e aqui vai o informe: Nunca ! Jamais ! EU DISSE NUNCA, você brasileiro, compre carne do Tesco. Comprei uma vez, peito de frango… ou melhor achei que era peito de frango, mas era CENOGRÁFICO, praticamente plástico !

Mas, há outras coisas que nos fazem felizes aqui. O saco de batata frita por exemplo custa 1 euro. Pote de Sorvete por 2 euros ! Meu novo vício aqui é uma tal baguete chamada Pão Gárlico! Põe no forno e hum…delícia !Uma pitada de novos hábitos

Provei do bom da Irlanda, sofri (e ainda sofro) com a alimentação inadequada, fiquei feliz com o preço das bobagens alimentares – o que mais falta? Falta a cozinha ! Aqui nós temos o básico: Freezer, Microondas, Torradeira – uma máquina de esquentar água que foi realmente uma coisa nova pra mim e o fogão pegadinha ! Como assim? Como liga? Quando eu cheguei ganhei 3 queimaduras para aprender a usar e me acostumar que o fogão não tem chamas (o da minha casa tem, por isso a relevância). Enfim, por último aqui fica a dica: Se precisar trazer qualquer aparelho ou mesmo levar algo daqui para Brasil que requeira tomada, é bom adquirir também um adaptador internacional – já que aqui se usa aquela tomada de 3 pontas.Uma pitada de novos hábitos

Essa semana ficamos assim, eu abri a porta da minha cozinha e relatei um pouco dos meus hábitos alimentares pelo Fazendão (apelido para Irlanda) e já que estamos falando de Irlanda, terra de grandes bandas como U2, The Cranberries, hoje vou deixa-los com a revelação musical daqui, conheçam a Imelda May.

http://www.youtube.com/watch?v=jxj5wlXY9No

Música pra superar perrengues alimentares, por que se o estômago não está saciado ao menos a alma está ! Até a próxima !


Bolacha Doce de Leite do Marido!

Sabe aquele sabor que você tem guardado na memória e depois de um tempo quando experimenta novamente percebe que não é o que você lembra? Então, hoje o post é por causa disso!

Alguns dias atrás pedi para a esposa comprar a Bono de Doce de Leite, que sempre foi minha bolacha recheada preferida! Mas ao morder a primeira, já disparou o alarme, não é o mesmo sabor que tinha na lembrança!

Não sei se mudaram a receita do recheio, ou se meu paladar mudou, mas mas definitivamente não curti! Assim, a esposa (como sempre) me deu a idéia de fazer minha própria bolacha recheada de doce de leite!! Excelente idéia!!!!

Para tanto, usei:

  • Biscoito de leite e mel
  • Doce de leite cremoso (usei o da Mococa que veio no super kit que a esposa sorteou hoje)

O modo de fazer acho que eu nem precisava colocar…. mas, coloquei uma colher de chá generosa no meio do biscoito e fechei com cuidado para ficar bonito na foto!!

Bolacha Doce de Leite do Marido!

Obviamente ficou uma delícia, mas da uma lambuzada na mão na hora de comer… quem tá ligando???

Bolacha Doce de Leite do Marido!

Até mais!!!