Pão Australiano – (Mistura Fleischmann)

Não sei se já ouviram falar do famoso pão que é servido no Outback… A maioria das pessoas que eu conheço que já foram lá, vivem pra falar desse pão, que o sabor é maravilhoso e tudo mais!

Eu ainda não conheço o restaurante (em breve um casal de amigos nos levará =), mas de tanto falarem do pão, eu resolvi fazer. Só que procurei várias receitas e nenhuma dava certeza absoluta que o sabor seria o mesmo.

Daí, andando no super eu vi, ali perto das misturas de bolo, perto das gelatinas, sabe? Essa mistura da Fleischmann para pão australiano.

Resolvi optar pela praticidade, ao invés de buscar a receita, porque, sério mesmo… nenhuma das receitas se parecia com a outra.

Na embalagem, eles ensinam como fazer na máquina ou na mão. Claro, eu fiz na máquina, coloquei a água, a mistura e o fermento, de acordo com o que manda a embalagem. Mas nos primeiros minutos eu percebi que a quantidade de água era pouca, então acrescentei duas colheres a mais de água.

Fiz no ciclo amassar, para assar no forno.

A massa ficou bem molinha, no ponto certo, moldei, deixei crescer meia hora e levei ao forno em 230ºC por mais ou menos 20 minutos.

Deixei esfriar um pouquinho e comemos com manteiga simples mesmo!

Aquela amiga que fala do pão o tempo todo, disse que não ficou exatamente como o do Outback, mas que ficou bem parecido e que vale a pena, já que lá eles não vendem o pão.

Eu particularmente não achei tão maravilhoso assim, porque não sou fã de mel e ele tem um cheiro bem forte de mel, mas quem curte, ou quem tem vontade de comer em casa um pão parecido com o do Outback, eu acho que vale a pena, ainda mais pela facilidade.


É isso aí. No super aqui perto, custa em média R$ 3,00 essa mistura + o valor do fermento.

Qualquer dúvida, é só gritar!

Informações sobre a mistura aqui.


Baguetes


Aí vai mais uma receita aprovadíssima…

Digamos que ela não é a mais simples… porém, depois de hoje nunca mais eu compro pão em padaria!!!

Aí vai…

Ingredientes:

  • 200 ml de água morna
  • 1/2 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de sal
  • 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo (medida de 240 ml)
  • 1 e 1/2 colher de chá de fermento biológico (ou 15 grms de fermento fresco)
  • *** + 1 clara para pincelar e fubá para untar o tabuleiro***

Modo de fazer

Coloque os ingredientes na máquina, seguindo a ordem acima e selecione o ciclo amassar. A massa fica bem molinha, mas dá pra manusear se as mãos estiverem enfarinhadas.
Quando a máquina terminar de bater a massa (antes de começar o crescimento), enfarinhe as mãos e coloque a massa em um recipiente com um fio de óleo, role a massa pelo recipiente, para que o óleo cubra a massa (levemente).
Coloque o recipiente com a massa dentro do forno frio, com um copo de água quente dentro do forno.
Deixe crescer por 40 minutos.

Após o crescimento divida a massa em 4 partes e deixe descansar mais 5 minutos em cima de um tabuleiro enfarinhado.
Molde as baguetes e transfira para uma forma polvilhada com fubá.
Coloque novamente no forno frio, com o copo de água quente durante meia hora, para o segundo crescimento.

Retire do forno e pré-aqueça a 180 graus.

Pincele as baguetes com a clara(diluída em 1 colher de sopa de água) e leve ao forno por cerca de 25 minutos (ou até que estejam na cor desejada).

Aproveite e coma elas quentinhas.

*** Para congelar, asse sem deixar que elas corem muito, deixe esfriar e congele. Quando quiser comer, é só por no forno por 10 minutos, na temperatura média.

Ufa… é isso…

Não tem máquina de fazer pão? Clique aqui e veja como fazer sem ela!


Delícias no meu aniversário!

Tudo feito em casa, com muito amor e carinho aos meus convidados!

Chicletes e Balinhas

Pão Rústico

Sardela, Patê de Alho, Azeitona e Champignon

Enroladinhos de Salsicha

Recheios de 2 Queijos e Frango com Catupiry

Salame com Queijo

Presunto e Queijo

Recheio de Toscana e Mussarela

O melhor da festa! Chocolate com Cerejas


Pricazza

Hum, mais de uma semana sem aparecer por aqui! Ás vezes pra colocar receitas novas é um pouco complicado, visto que eu não faço receitas para o site! Faço receitas aqui em casa, pra gente experimentar coisas novas… então de vez em quando a vontade é do trivial mesmo…

Tem gente que acha que aqui em casa não rola arroz com feijão! Mas rola sim… o Marido ama feijão! Então pensem assim… se não tem receita nova é porque a vontade é de arroz, feijão e ovo!

Mas o lado bom é que eu achei essas fotos, de uma receita que experimentei faz 2 meses mas eu tinha esquecido de postar! =S

A idéia veio de várias receitas. A base da massa é um pão de batata, mas eu queria uma coisa mais fácil, então resolvi abrir a massa como a de pizza, e imaginei que ficaria no estilo da fricazza que é exatamente isso, um pão de batata com cobertura (tradicionalmente a cobertura é mussarela ou calabresa). Daí nasceu a tal PRICAZZA, pq eu não deixei a massa tão alta!

Ingredientes      (medida do copo 240ml)
  • 1 copo de leite com 2 ovos dentro
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • 1 copo de batata cozida e espremida
  • 2 colheres de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3 1/2 copos de farinha de trigo (ou um pouco mais, conforme necessário)
  • 3 colheres de chá de fermento biológico seco
  • recheio à gosto

Modo de Preparo

Adicione todos os ingredientes na Máquina de fazer pão (seguindo à ordem acima), selecione o ciclo amassar. Após o término do ciclo, abra a massa em uma forma para pizza (ou ao seu gosto), se quiser a massa bem grossa, divida em 2 partes, se quiser a massa com espessura média, divida em 3!


Deixe a massa descansar por 30 minutos e pré-asse por 15 minutos na temperatura de 250ºC.

Coloque a cobertura (no meu caso foi: molho, presunto ralado, catupiry, mussarela, tomate e orégano) e leve para assar por 20 minutos ou até que esteja ao seu gosto!

Pra quem não tem máquina de fazer pão, clique aqui e descubra como fazer!

Vale muito a pena  fazer, é pra esquecer o telefone da pizzaria!

Fez? Vai fazer? Gostou? Deixe um comentário!


Um café da manhã caprichado!

Ontem (18/07/10) foi o batizado do Arthur e eu e o Marido orgulhosamente fomos os padrinhos. Agora acontece que a igreja que nós escolhemos (N.Sra. do Paraíso em Santo André) realiza os batizados às 7 horas da manhã, pode? Então o normal que é fazer um almoço pra confraternizar o batizado acabou se transformando em um café da manhã delicioso pra família aqui em casa!

O menu foi:

Pra beber:

  • Suco de soja (morango e maçã)
  • Refrigerantes (para os saudáveis)
  • Café
  • Leite
  • Chá (Mate, Erva-Doce e Camomila)
  • Achocolatado
  • Água

Delícia né? Pois é, foi tudo muito gostoso e simples! Fica essa dica pra quem quiser chamar uns amigos em casa no café da manhã ou da tarde…

Gostou da dica? Vai fazer? Fez? Deixa um comentário!