Esposa fez pra mim!! – Milk-Shake de Morango

De vez em quando, bate aquela vontade de sentir o sabor de alguma coisa específica, nessas horas recorro a minha eterna salvadora!!!

Hoje vou falar uma delícia que tive vontade na madruga de um sábado para domingo. Estávamos voltando da Noite da Pizza lá da Achiropita e mesmo cansadão, falei que tava afim de tomar um milk-shake de morango (em pleno inverno, duh)!

Passamos no mercado para comprar as coisas e quando já estamos saindo com o carro lembrei que esqueci de comprar a calda de morango!! A esposa olhou para mim, com um discreto sorrisinho no rosto, como quem diz ‘Aguarde e confie…’ e soltou um: “Ah, paciência, faz sem mesmo…”

Chegando em casa, após lavar uma caixa de morangos, ela pegou metade e picou em pedaços bem pequenos, e para minha surpresa, jogou quatro colheres de sopa de açúcar em cima e botou no fogo alto. Sempre mexendo bem, até ficar no ponto de uma calda, tipo uma geléia bem mole.

Peguei os copos e ela cuidadosamente foi jogando a cheirosa calda nas laterais dos copos.

Feito isso, colocou 4 bolas bem grandes de sorvete de morango no liquidificador, a outra metade da caixa de morango e acrescentou 100ml de leite. Bateu só para ficar homogêneo e serviu! Ainda tentou fazer uma decoração, colocando um pouco da calda em cima da espuma, mas o milk acabou ficando pouco espesso e a calda afundou!!!

     Milk Shake de morango

Mas com decoração ou não, o milk-shake ficou uma delícia!! A parte do sorvete com leite não tem muito como errar, mas o detalhe da calda fez toda diferença!! Ficou excelente!!!Milk Shake de morango


Bloody Mary do Marido!

Saudações!!

Hoje o post é para maiores de 18 anos!

Calma, não vou falar sacanagem, mas o assunto de hoje é Bloody Mary!!

Fomos passar o Natal na casa de mamãe e quando estava ajudando a fazer as comidas, descobri que minha irmã havia comprado um pote de azeitona que vinha com um vidrinho de suco de tomate grátis. Como sei que por lá, ninguém curte suco de tomate, tive a idéia de fazer um dos meus drinks favoritos!Bloody Mary

O grande barato do Bloody Mary é o fato de ser um drink salgado, diferente da maioria dos drinks que vai açúcar ou alguma bebida doce! E como sou um cara que curte muito mais salgado do que doce, nada mais natural do que curtir um drink desse!

O coquetel é basicamente uma salada de tomate líquida e com vodka! Um detalhe importante é que tem que ser vodka, primeiro por que é a receita original, segundo por que é uma bebida de sabor neutro, não pode ser uma cachaça ou um sake, pois o sabor dessas bebidas é muito marcante e não harmoniza com o tomate.

Bem, vamos lá, numa coqueteleira, ou você pode improvisar usando dois copos que se encaixem bem, coloquei 1 dose de vodka para cada 3 doses de suco de tomate. Espremi meio limão, pinguei umas 10 gotas de molho inglês, 5 de molho de pimenta tabasco,   ralei um pouco de pimenta-do-reinosal a gosto.

Chacoalhei bem e servi numa bela taça cheia de gelo, com um talozinho de salsão para decorar.

Após provar, dei uma acertada na vodka e no sal e me deliciei!

Ninguem mais curtiu, experimentaram mas torceram o nariz.

Humpf! Melhor para mim!!!

Até mais!


No clima de São João

Continuando em clima de São João, e mais do que isso, em clima de férias da faculdade esta semana tentei fazer algo bem especial e bastante controverso. Controverso pois imaginem a cara da minha mamãe quando comprei uma garrafa de vinho seco para tentar fazer um humilde vinho quente. “Toma cuidado que isso é alcoólico viu mocinha!” disse minha mãe como se eu não fizesse a menor idéia disso.

Bem, de fato foi uma grande tentativa, nunca havia feito uma bebida dessas, é lógico, quando agente é adolescente e faz festas em casa sempre mistura tudo com tudo, por exemplo vinho com leite condensado, vodka com refrigerante e todos os tipos possíveis de suco, enfim. Vinho quente eu sempre adorei, um dia meu pai fez em casa e colocou gengibre, este sempre muito comum no quentão, mas ao provar a bebida que meu papai tinha feito eu pensei: gente! Igual ao da festa junina da igreja do divino no Frei Caneca (uma das minhas preferidas).

Ao sondar as formas de preparo do vinho quente notei certa subjetividade nas pessoas: há! Faz com vinho doce, faz com vinho seco, cravo, canela, não! Gengibre não, não precisa do açúcar, coloca açúcar, faz calda de açúcar que nem pudim, coloca um palito de fósforo aceso para tirar o álcool, deixa ferver por 15 minutos, desliga tudo se não pega fogo, entre muitas outras coisas…

Nessas horas a dona da cozinha sempre me ajuda muito e tendo o conselho dela como o mais especial resolvi usar vinho seco e adicionar uma calda de açúcar (como se fosse pra fazer pudim), a dona da cozinha também me deu a liberdade para acrescentar cravo, canela em pau, as frutas que eu quisesse e, enquanto o gengibre, que eu o deixa-se para o quentão (para quando eu for tentar fazer este). Mas meus amigos, eu confesso a vocês que sou um pouco teimosa, se meu pai colocou gengibre e eu gostei, já que cada um faz da forma que mais gosta, eu farei um tipo de vinho quente que eu gosto.

Cortei em pedaço o bendito do gengibre, uma maçã, dois pauzinhos de canela e quatro cravos, optei por usar vinho seco e acrescentar a calda de açúcar. Minha mãe falou para eu desligar o fogo na hora de misturar o açúcar e o vinho se não pegava fogo, só que nesta pausa o açúcar grudou todo no fundo da panela, mesmo assim depois acrescentei a maça, a canela e os cravos, e é claro, o danado do gengibre. Com medo de ficar sem açúcar fiz uma nova calda que agora grudou em outra panela e na colher toda. Mesmo assim acreditem, o vinho quente ficou muito bom, acabou tudo, todo mundo bebeu, a questão é que esta bebida com gengibre fica bem boa, mas a cada hora que se ferve mais o gengibre fica forte, mais parecia um chá de gengibre para a gripe do que uma bebida de festa junina.

Ontem fui numa festa na igreja da consolação, tomei um vinho quente docinho… fiquei com inveja, bem mas junho ainda não acabou, vou tentar de novo, afinal de contas adorei dormir sobre o efeito do vinho quente. Minha mãe que não leia isso… (risos).

Por Juju Barbosa


Milk Shake Vaca Preta

Bom dia, pessoas!

Antes de mais nada, quero me desculpar com todo mundo sobre a ausência da semana passada.. Um monte de reunião na empresa, falta de tempo ao extremo, mas aqui estou novamente!!! 🙂

E estamos no outono… Tempo fresquinho, ventinho gostoso batendo no rosto, malha meia estação pra não esquentar demais, mas também não passar frio, certo? Not! Esse outono tá infernal! Eu, particularmente falando, odeio verão, não suporto sol e calor, se possível, me mudaria para o Alaska. Maaaas como nem sempre querer é poder, tenho que conviver com esse tempo irritante!

Aí eu fico inventando mil coisas (geladas) na cozinha!!! Uma das mais fáceis e deliciosas é o Milk Shake Vaca Preta.

Não me pergunte o motivo do nome, eu não sei! Descobri a iguaria 😀 no Bob’s. É um dos únicos lugares que eu acho o tal. E mesmo assim, ele não fica exposto como os outros shakes. Mas, na minha opinião, é o melhor!

O que vai nele? Basicamente sorvete e refrigerante de Cola.

Ok, admito que o meu não fica idêntico ao do Bob’s (afinal, o sorvete não é o mesmo), mas dá pra tapear legal. Há quem diga que o feito em casa é ainda melhor! Vamos lá?

Ingredientes:

  • 1/2 copo de sorvete de creme;
  • 1/2 copo de refrigerante de cola.

Modo de Preparo:
Bata tudo no liquidificador até o sorvete ficar bem líquido. Se 1/2 copo de refrigerante não for o suficiente para deixar o milk shake mais líquido, acrescente mais, a seu gosto!

Simples, rápido e prático, não? E uma delícia!!! Vale lembrar que a consistência do milk shake é você quem faz. Eu particularmente gosto do milk shake mais ralo e com mais refrigerante. Aqui em casa, preferem mais grosso (no caso, use mais sorvete do que refrigerante).

A minha foto não tá lá muito bonita (porque não tenho copos bonitos para servir, hahaha, desculpem!), mas como diria Antoine de Saint Exupéry: “O essencial é invisível aos olhos!” Ahhhh, garoto! Hahahaha!

Espero que tenham gostado, e deixem seus toques, sugestões e comentários aqui embaixo!!!

Até semana que vem.
Beijos!


Como preparar sucos bem originais

Depois do esporte, com os amigos, com a família, no almoço ou no jantar, não tem nada mais refrescante que um suco natural bem gelado. Sem falar no bem que os nutrientes das frutas fazem para a sua saúde. Entre uma refeição e outra, além de deixar você hidratado, beber um suco de fruta ajuda a manter o seu metabolismo acelerado, evitando exageros na próxima refeição.

Veja como preparar sucos deliciosos, misturando ingredientes mais tradicionais, como o limão e a laranja, com outros bem exóticos:

SUCO ANTIOXIDANTE COM GENGIBRE

Ingredientes:
1 copo com o suco de 3 laranjas
1/2 cenoura
1 talo de salsão pequeno
1 pedaço pequeno de gengibre

Modo de Preparo:

Bata tudo no liquidificador e coe em uma peneira. Adoce com mel, açucar ou adoçante.

Rendimento: 1 copo

SUCO DE LIMÃO SICILIANO COM CAPIM LIMÃO

Ingredientes:
1 xícara (chá) de folhas de capim santo picadas
2 copos de água
suco de 2 limões
 sicilianos
gelo
mel, açucar ou adoçante a gosto

Modo de Preparo:

Bata no liquidificador o capim santo com a água. Coe e bata novamente com o suco de limão e o gelo. Adoce como preferir e sirva.
Se for deixar na geladeira, não deixe passar de 3 horas. Depois disso, a cor e o sabor começam a mudar.

Rendimento: 4 copos

SUCO REFRESCANTE DE ABACAXI COM HORTELÃ

Ingredientes:

1/2 abacaxi descascado
suco de 1 limão
10 folhas grandes de hortelã
2 copos água gelada
gelo a gosto

Modo de Preparo:
Corte o abacaxi em cubos, coloque no liquidificador e acrescente os outros ingredientes. Bata até a consistência ficar homogênea. Sirva bem gelado.
Você pode decorar o copo com algumas folhas frescas de hortelã.

Rendimento: 4 copos


SMOOTHIE DE VERÃO

Ingredientes:
2 copos de iogurte natural sem sabor
½ melão médio cortado em cubos médios
½ caixa de morangos lavados
folhas de 2 ramos de hortelã lavadas
½ lata de refrigerante sabor limão
mel

Modo de Preparo:
Com antedência, congele as frutas. No liquidificador, coloque o iogurte, as frutas congeladas e as folhas de hortelã. Bata em velocidade alta até que o suco fique bem cremoso. Acrescente o refrigerante e bata por mais 15 segundos. Se preferir o suco um pouco mais doce, coloque um pouco de mel. Sirva bem gelado.

Você pode decorar os copos com calda de groselha. Aqueça 1 xícara (chá) de xarope de groselha em fogo baixo por 15 minutos ou até obter uma calda espessa. Deixe esfriar e decore a lateral dos copos.

Rendimento:
6 porções

SUCO DE AGRIÃO COM ABACAXI

Ingredientes:
4 galhos de agrião com talos
1 maçã com casca
6 fatias de abacaxi
4 copos de água

Modo de Preparo:
Coloque o agrião, a maçã, o abacaxi e a água no liquidificador. Se preferir uma textura mais fina, coe o suco. Adoce como preferir e sirva.
Experimente subistituir o abacaxi pelo suco de laranja, diminuindo o volume de água proporcionalmente.

Rendimento: 04 copos

Fonte: Sadia